segunda-feira, setembro 03, 2018

Lula e o mito do bom corrupto

O ministro Aloysio Nunes disse que o apoio a Lula no exterior se deve ao mito do bom selvagem.

Leia um trecho de sua entrevista ao Valor:

Lula é um excelente produto para venda no exterior. Mas também existe, nesses meios, um terceiro-mundismo que presta homenagem ao Lula para expiar os pecados cometidos no passado. O Chirac era doido pelo Lula. O Bush era a mesma coisa. É uma espécie de mito do bom selvagem.

Você pega o Le Monde, The New York Times e é isso. O Lula se encaixa perfeitamente no mito.

Ninguém se preocupa em saber se ele foi condenado por um tribunal de exceção ou por ter descumprido artigos do Código Penal. É não querer ouvir. Como se fosse uma espécie de mártir, de Nelson Mandela, a ponto de o Celso Amorim afirmar que o Brasil será banido da comunidade internacional sem o Lula concorrendo nas eleições. Que o Brasil será equiparado à África do Sul na época do apartheid. Esse senhor foi diplomata, ministro das Relações Exteriores e diz esse tipo de barbaridade. Acredita-se que o Lula, por ser o Lula, está isento da aplicação da lei.”

Nenhum comentário:

Destaque

Bolsonaro tem 59% dos antipetistas

Jair Bolsonaro tem 59% dos votos entre os antipetistas, diz o Ibope. A taxa era de apenas 41% na véspera do atentado contra ele. De a...