terça-feira, junho 12, 2018

Acquario do Ceará – O elefante branco que virou alvo dos “tubarões”

 Da Coluna Política, do O POVO desta terça-feira, assinada pelo jornalista Érico Firmo, o tópico “Quantos prejuízos cabem no Acquario?”. Confira:

O aquário da Praia de Iracema é um dos mais rocambolescos investimentos da história do Estado. Dispensaram a licitação e contrataram uma empresa dos Estados Unidos porque era a única forma de conseguir empréstimo de um banco de fomento de lá. O Governo do Ceará gastou na casa da centena de milhões na obra, o financiamento nunca saiu, a obra é um monstrengo inacabado, falta muito dinheiro para concluir, o que foi feito está se acabando, não aparece investidor interessado e o Estado não sabe o que fazer com aquilo.

Enquanto isso, a obra parada rende despesas. No sábado, O POVO Online noticiou o furto de equipamentos elétricos do local, supostamente com intenção de extrair o cobre dos materiais. Pela matéria, foi possível saber duas coisas:

1) Há segurança 24 horas contratada para vigiar o esqueleto do aquário. Está melhor, portanto, que muitos equipamentos e espaços públicos que funcionam.

2) Mesmo assim, patrimônio público é roubado de lá.

Nenhum comentário:

Destaque

Procap apresenta denúncia contra prefeito e secretários do município de Poranga

 O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), ofereceu de...