terça-feira, maio 22, 2018

Questão paroquial foi a isca para a guinada de Domingos Filho

 No cardápio das articulações está a retomada do comando sobre a Prefeitura de Tauá.

Uma disputa paroquial teve peso decisivo na guinada de Domingos Filho (Foto) para largar a oposição e se alojar na imensa feira de partidos da coalizão que vai bancar o projeto de reeleição do governador Camilo Santana (PT). Mais precisamente, rivalidades políticas de Tauá.

A entrada de Domingos no Governo diminui substancialmente o espaço político de Audic Mota (PSB), o deputado estadual que rivaliza com a família Aguiar na cidade. Nas articulações, esse foi um dos pratos oferecidos ao grupo político que domina o PSD no Ceará. No projeto, a retomada do comando sobre a Prefeitura da cidade.


Fonte: focus.jor

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...