segunda-feira, maio 07, 2018

Ditadura e miséria. Na Venezuela, carne e sabão em pó custam oito salários mínimos

 O preço do quilo da carne ou um pacote de sabão em pó custa mais de oito salários mínimos na Venezuela. Pesquisa do jornal El Nacional mostrou que, para comprar um quilo de carne bovina em Caracas, é necessário desembolsar 2.245.000 bolívares. No caso do sabão, a caixa custa em torno de 3 milhões de bolívares. O salário mínimo no país, está atualmente em 392.646 bolívares.

Em alguns Estados, o valor do frango supera os 3 milhões de bolívares (aproximadamente 155 reais). Na Venezuela, as carnes são considerada produtos de luxo no país. O país enfrenta o desabastecimento e elevada inflação há pelo menos cinco anos, em decorrência de suas políticas econômicas. Filas diante de supermercados são constantes.

O jornal local do estado de Vargas La Verdade mostrou que o preço da carne pode ultrapassar em oito vezes o salário mínimo e que, a cada nova entrega de fornecedores aos comerciantes, há aumento de 50% a 100%.

Aqui tentamos manter os preços porque em outros lugares eles são mais altos. A situação já é crítica porque há poucas pessoas que podem comprar um quilo, apenas compram um ou dois bifes porque é isso que o seu orçamento permite”, contou o comerciante Ignacio Correia ao jornal local.

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...