quarta-feira, abril 18, 2018

Ícones da esquerda, Cuba e Venezuela são países que mais geram refugiados para o Brasil

 
3.743 cubanos entraram no Brasil nos últimos dois anos e pediram oficialmente refúgio


O Brasil, cuja esquerda diz ter entrado no retrocesso autoritário, virou um dos países preferidos da leva de cubanos em fuga (aí sim) da ditadura. 3.743 cubanos entraram no Brasil nos últimos dois anos e pediram oficialmente refúgio. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, os cubanos formam o segundo maior contingente de estrangeiros registrados no período pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare).

Ou seja, os cubanos só são em quantidade menor que os refugiados que fogem de outra referência da esquerda brasileira, a Venezuela, que faz larga fronteira com o Brasil. Os Venezuelanos não gastam muito para entrar no Brasil. Já os cubanos precisam de um investimento difícil de alcançar em Cuba.

Eles saem da ilha de avião – a passagem aérea custa cerca de US$ 900 (R$ 3.080) –, desembarcam em Georgetown (Guiana) e de lá vão por terra até a fronteira brasileira. Os coiotes os auxiliam na travessia.

focus.jor.br

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...