terça-feira, abril 24, 2018

Donos da JBS detalham pagamento de propina a Cid Gomes em novas delações

 O ex-governador Cid Gomes (PDT) vai ter mais dor de cabeça com os irmãos Batista, Joesley e Wesley, donos da JBS. Eles fizeram novas delações para detalhar repasses de propinas para o FG, que chegam a R$ 24 milhões. Desse total, R$ 20 milhões foram para o bolso de Cid em 2014, quando investiu o dinheiro na campanha de Camilo Santana (PT) ao Abolição. A informação é d’O Globo desta terça-ferira (24).


Desde que o caso veio à tona, ainda na fase original do acordo de delação com a JBS, Cid disse que as acusações eram mentirosas e anunciou ação judicial contra os delatores”, informa o Jornal. Mas irmãos batistas garantem que têm muitos documentos para incriminar o ex-governador do Ceará. Os repasses não eram caixa 2, eram propina.


Wesley Batista, o homem que delatou Cid, elaborou 12 novos anexos que foram apresentados ano passado à Procuradoria-Geral da República. Desde então, ele já prestou três depoimentos à Polícia Federal


Ao todo, Joesley está dando mais detalhes sobre 32 anexos complementares apresentados no ano passado, que reforçam as acusações de sua delação inicial, homologada em maio. Além disso, está trazendo novos documentos sobre os acertos criminosos com vários políticos e seus operadores financeiros. As novas revelações podem trazer mais complicações aos políticos já investigados no Supremo Tribunal Federal”, explica O Globo.

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...