quarta-feira, março 14, 2018

Governador decide agir contra o crime: ele e a família terão carro blindado

             Crime avança e governador do PT age: usará carro blindado

                            O fato chamou atenção da mídia nacional
O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), resolveu tomar uma atitude contra o crescimento espantoso de criminalidade no seu Estado: mandou alugar um carro blindado para ele, sua família e algumas outras autoridades do seu governo.
Em comparação a outros anos, janeiro de 2018 foi o mais violento dos últimos cinco anos. Foram 469 mortes violentas no primeiro mês de 2018, marcado por massacres e chacinas. No ano passado, o estado registrou mais de cinco mil mortes. A quantidade de homicídios cresceu 50,7% em relação a 2016.

A Secretaria da Casa Civil do Ceará publicou nesta segunda (12) o edital de pregão para locação de veículos executivos blindados para “garantir a segurança e integridade pessoal do Sr. Governador do Estado e de seus familiares, do Vice-Governador, assim como de Autoridades Governamentais em visita oficial ao Estado”.

No edital, foram especificadas as características dos 120 veículos que serão alugados pelo governo do Ceará: transmissão automática, mínimo de 1800 cilindradas, sedan, 4 portas, ar-condicionado, direção hidráulica, banco de couro, som para CD e MP3, fumê conforme regulamentação da Legislação de Trânsito; vidros e travas elétricas; airbag; capacidade para 5 passageiros; - motorista e combustível por parte da contratante; - seguro completo, incluindo terceiros, franquia reduzida; - quilometragem livre. Além disso, não serão aceitos veículos que tenham ano de fabricação anterior a 2017. A locação será paga por diária.

Enquanto o governo do estado aluga carros blindados para garantir a segurança do governador Camilo Santana (PT), da vice Izolda Cela (PDT) e de seus familiares, a população do Ceará enfrenta uma onda de violência.


Diário do poder

Nenhum comentário:

Destaque

Pesquisa BTG Pactual: Bolsonaro, 33%; Haddad 23%; e Ciro, 10%

Se a eleição fosse hoje, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) estariam no segundo turno, segundo pesquisa feita pelo BTG Pactual...