quarta-feira, fevereiro 07, 2018

Quinze pessoas são presas suspeitas de participar de facção criminosa no Ceará

 Quinze pessoas foram presas na madrugada desta quarta-feira (7), em Coreaú, na Região Norte do Estado. De acordo com a delegada Elen Albuquerque, todas são suspeitas de fazer parte de uma facção criminosa que atuava na região.
Os suspeitos foram levados para a delegacia da cidade. Com elas, os policiais apreenderam armas, munição, drogas e dinheiro.

A delegada afirmou também que os 15 suspeitos estavam sendo investigados há seis meses. Ela informou também que depois de concluir os depoimentos, todos serão transferidos da Delegacia de Acaraú para a Cadeia Pública de Sobral.

Atuação de facções

As prisões ocorrem duas semanas após a maior chacina do Ceará, com 14 mortes. Segundo testemunhas, membros da facção criminosa Guardiões do Estado invadiram uma festa no clube Forró do Gago, no Bairro Cajazeiras, e dispararam vários tiros.

Por conta do conflito entre as gangues, o Ceará teve um número recorde de homicídios em 2017, com 5.134 pessoas assassinadas.

Segundo o Governador do Ceará, Camilo Santana, 82% dessas mortes são em decorrência do confronto entre criminosos que disputam territórios de tráfico de droga.

Com informações G1

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...