segunda-feira, janeiro 29, 2018

“Quem não tem defesa parte para o ataque”

 Foi o que escreveu Eliane Catanhêde no Estadão.

Se os advogados de Lula e líderes do PT, MST e MTST não conseguem uma linha de defesa mais consistente do que um refrão – ‘o triplex não era dele’ –, partem para cima do Judiciário e ameaçam incendiar o País. Aliás, com o eco, perigosíssimo, até de ministro do Supremo.”

A colunista se refere a Marco Aurélio Mello, que havia dito ao jornal na quarta-feira que a prisão de Lula “poderá incendiar o país”.

No STF, Mello votou contra a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância e agora ecoa irresponsável e politicamente a narrativa petista.
Foto ilustrativa
 

Nenhum comentário:

Destaque

Em nova pesquisa do instituto Paraná para a revista Crusoé, Bolsonaro tem 60,9% contra 39,1% para Haddad

 A revista Crusoé divulgou os resultados de mais uma pesquisa de intenção de votos para o segundo turno das eleições presidenciais. Realiz...