quinta-feira, agosto 03, 2017

Governo da Venezuela é inspiração para programa político “radical” do PT em 2018

Artigo do Estado de S. Paulo analisa posicionamento do Partido dos Trabalhadores ao apoiar ditadura implantada por Nicolás Maduro

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva definiu que o Brasil precisa de um programa “radical”, no sentido político. O assunto foi levantado no início da semana durante reunião em São Paulo convocada para debater o programa do partido a ser apresentado na campanha presidencial do ano que vem, destaca a edição desta quinta-feira (3) do Estado de S. Paulo.

Mas o pior ainda vem por aí: há fortes indícios de que Lula está convencido de que só um governo forte, autoritário, será capaz de “salvar” o País. Recentemente a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann manifestou apoio ao governo da Venezuela e ao presidente Nicolás Maduro. No último final de semana foi realizada eleição da nova Assembleia Constituinte, com objetivo de anular o poder da Assembleia Nacional de maioria oposicionista.

O Estado de S. Paulo lembra que nos últimos 13 anos do governo do Partido dos Trabalhadores, são fortes as demonstrações de desapreço pelos fundamentos da democracia e da liberdade. “O lulopetismo caiu pelos próprios erros e Lula deveria saber que, repetindo-os, não voltará ao poder”, ressalta o artigo.


Crédito, Ceará news 7

Nenhum comentário: