sexta-feira, junho 23, 2017

IFCE do Ceará vive crise financeira

Da Coluna Vertical, do O POVO desta sexta-feira:

Demissão de trabalhadores terceirizados, corte nos serviços de transporte e visitas técnicas, escassez de recursos para assistência estudantil e até incerteza quanto à própria continuidade do funcionamento de alguns campi, diante da falta de dinheiro até mesmo para custear o almoço de estudantes.

Eis a atual realidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), incluindo ainda falta de equipamentos para laboratórios, suprimentos de informática, entre outros itens de consumo, além de total ausência de perspectiva quanto a obras necessárias nos campi. Tudo apurado pelo Sindsifce, o sindicato dos trabalhadores da instituição, a partir de relatos e visitas aos diferentes campi.

Para debater o tema e buscar saídas, a categoria puxa o debate “Educação profissional em tempos de crise: impactos no IFCE e estratégias de superação”, para segunda-feira, as 14h30min às 18h30min, no Campus Fortaleza (Benfica). A entrada é livre a todos os interessados e haverá transmissão online pelo Facebook do sindicato.

O reitor Virgílio Araripe foi convidado a participar, mas já confirmou que será representado pelo professor Tássio Lofiti, pró-reitor de Administração e Planejamento.

Que venham respostas concretas, em defesa da educação.

Nenhum comentário:

Destaque

Parece que o PT acabou para os FGs no Ceará

 Em encontro do PT para lançamento da campanha pró-Haddad no Ceará, na noite desta segunda, 15, o senador eleito Cid Gomes (PDT), prime...