terça-feira, maio 30, 2017

“Situação vai ser tão grave que ninguém vai querer presidir o país”, alerta Tasso

 O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) – citado como um dos possíveis nomes para suceder Michel Temer caso ele renuncie ou perca o mandato – tem pedido muito cuidado aos aliados na condução desse processo.

Tasso entende que a sucessão precisará ser consequência de um grande acordo político, que preserve a governabilidade e a retomada do crescimento econômico.

Se não tivermos cuidado, daqui a pouco o problema não será quem vai ser o candidato. A situação vai ser tão grave que ninguém vai querer presidir o País”, alerta o senador cearense.


Com O Estado de S. Paulo.

Nenhum comentário: