segunda-feira, abril 24, 2017

Chove 52% do esperado para abril no Ceará.

 A menos de 10 dias pra fim de o mês de abril, o volume acumulado de chuvas no Ceará só atingiu 98,2mm, de acordo com o Calendário de Chuvas da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Com esse índice, atingimos apenas 52,2% da meta esperada para o mês, que é de 188mm. O desvio de -47,8% causa preocupação porque os meses seguintes têm registro menor de precipitações.

No início do ano, a Funceme divulgou o prognóstico para o trimestre fevereiro-março-abril de 40% de chance de chuva em torno da média - que é de 510,1mm para os três meses. As chances de chuva abaixo  e acima da média eram de 30% para cada. Já o Instituto nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou que o prognóstico para a quadra chuvosa no Ceará (meses de fevereiro a abril) seria de chuvas abaixo da média histórica.

De fevereiro até este sábado (22), o acumulado de chuva foi de 457,9mm. Em janeiro, o esperado era 98,7mm, mas choveu apenas 67,1, causando um desvio engativo de 32,1%. Em fevereiro, a meta de 118,6mm foi ultrapassada em 31,8%, atingindo 156,3mm. Em março, as precipitações atingiram a normalidade, com 203,4mm.

No ano passado, a previsão da Funceme era de chuva abaixo da média. De fevereiro a abril, foram apenas 280mm  acumulado.

Conforme a última análise do Monitor de Seca, referente ao mês de março, a maior parte do território cearense (46,06%) está em seca fraca, seguida da condição grave (35,76%). No Ceará, as mudanças mais significativas foram observadas na parte norte onde, em algumas áreas, houve a redução de até dois níveis de severidade da seca, passando de  grave  para uma seca fraca e de uma seca extrema  para uma seca moderada, respectivamente. Na região centro-sul, março foi o terceiro mês consecutivo com acumulados de chuva superiores a 100mm em várias áreas e, por isso, os indicadores, principalmente de curto prazo, mostram uma redução na área de seca extrema, passando essa a ser considerada uma seca grave. 


Com informações do DN 
  

Menina de três anos morre ao cair em bueiro destampado em Nova Russas



 Um simples banho de chuva acabou em tragédia nesse sábado na cidade de Novas Russas. A menina Fábia Evelin Gonçalves, de apenas três anos, morreu após cair em um bueiro no Bairro Alto da Boa Vista.

Segundo a Delegacia regional de Cratéus, que atendeu a ocorrência, a garota brincava na chuva com outras crianças quando acabou caindo em um bueiro destampado. As informações foram repassadas pela mãe da criança que prestou boletim de ocorrência naquela unidade.

A menina foi arrastada por um quarteirão quando foi encontrada por moradores. Familiares ainda levaram a menina para o Hospital Municipal José Gonçalves Rosa, mas ela já chegou ao local em óbito.
 

Nenhum comentário:

Destaque

Explicando as diferenças entre conservadores e progressistas

 Na hora de votar, muito além das pessoas físicas dos candidatos, precisamos analisar bem qual dos projetos queremos para nós   Conse...