quarta-feira, fevereiro 08, 2017

PIOR PROGNÓSTICO DE CHUVAS ENTRE OS ESTADOS DO NORDESTE É DO CEARÁ

Análise do Governo Federal põe o Estado como menos favorecido para chuvas. Funceme fará nova previsão na 2ª quinzena deste.

Nova análise do Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) reforça as previsões nacionais de que a quadra chuvosa do Ceará terá precipitações abaixo da média histórica. Conforme o estudo, o Estado tem a pior situação no Nordeste. Diferentemente dos estados a Leste, que sofrem influência de outros sistemas pluviométricos, o Ceará depende essencialmente da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), Raul Fritz reitera o resfriamento das águas do Atlântico Sul como causa para a queda na probabilidade de chuvas. “Na época da primeira previsão havia um dipolo favorável no Oceano Atlântico. As águas próximas ao Nordeste estavam mais quentes que as acima do Equador. Agora está um dipolo desfavorável para a chuva. E ele é o que regula a ZCIT”, afirma.

Para Fritz, a seguir como está, os prognósticos para a quadra chuvosa são pessimistas. “Estamos caminhando para condições menos favoráveis. Já havíamos observado isso, mas não divulgamos porque o panorama poderia ser revertido”, explica.

Fritz afirma ainda que a partir do próximo dia 15 será possível fazer um segundo prognóstico para o período, com mais clareza. “A primeira previsão causa mais impacto, mas, na segunda, o Oceano está mais estabilizado”, diz.

No fim de janeiro, o MCTIC divulgou que havia 40% de probabilidades de chuvas abaixo da média no Ceará, 35% na média e 25% acima da média. O prognóstico da Funceme, divulgado alguns dias antes, dava conta de que as chances de precipitações na média histórica eram de 40%, 30% de chances de ser abaixo e 30% de ser acima. 


Com informações do o povo 

Nenhum comentário: