segunda-feira, fevereiro 06, 2017

CÂMARA E SENADO. O QUE ESPERAR DO CONGRESSO NACIONAL?


Encerradas com vitória folgada do governo Temer, as eleições do Congresso dão lugar agora à discussão de pautas das mais polêmicas que já passaram pelas Casas. 

Marcadas para votação ainda no primeiro semestre, reformas nas legislações trabalhista e da previdência devem acirrar ânimos e impor o primeiro teste das gestões Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Eunício Oliveira (PMDB-CE) na Câmara e Senado.

Reeleito na quinta-feira, Maia destacou reformas como “prioridades” e prometeu votação até o final de junho. Nos próximos dias, será instalada comissão para agilizar caso da previdência. Eleição do deputado por 293 votos, muitos deles de opositores do PT e PCdoB, antecipa “sinal amarelo” no governo: para aprovar reformas, o Planalto precisa de 308 votos.
Com medidas tão negativas, a esperança que pode ter é de que vai ter muita luta. Por parte dos estudantes, vai ter muita mobilização para resistir a qualquer retrocesso imposto”, diz Carina Vitral, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). 
 

(com agências)

Nenhum comentário:

Destaque

Ararendá: a pedido do MPCE, Justiça determina afastamento e indisponibilidade de bens do secretário de Educação

 A Vara Única da Comarca de Ararendá determinou o afastamento e a indisponibilidade de bens no valor de R$ 539.856,90 do secretário de ...