terça-feira, dezembro 13, 2016

Temer tenta reagir à delação com pacote de "bondades"



Depois da divulgação do conteúdo da delação do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, que pode devastar a estrutura do governo federal, o presidente Michel Temer (PMDB) realizou ontem uma reunião de emergência com aliados para armar contra-ataque ao bombardeio das declarações do executivo da empreiteira.

 O governo federal deve lançar ainda nesta semana um pacote de oito medidas para geração de emprego e estímulo à economia. O anúncio de que o governo prepara uma agenda positiva é feito dois dias depois do vazamento da delação premiada do ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho.

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...