terça-feira, novembro 01, 2016

"Deu no Estadão": Camilo Santana negocia saída do PT para se filiar ao PSB e concorrer ao Senado pois apoiará Cid ao Governo

O governador Camilo Santana admite abertamente estar deixando o PT para se filiar ao PSB. Permanecer na sigla petista não é mais sua opção, tanto que já esteve com o presidente nacional socialista, Carlos Siqueira. Sua filiação ainda não ocorreu porque Camilo ingressará no PSB dentro do projeto de levar o partido a apoiar a candidatura de Ciro Gomes a presidente.

Outra definição imposta por Ciro Gomes e revelada hoje no jornal O Estado de São Paulo: Camilo não disputará a sua reeleição pois o candidato ao Governo do Ceará será Cid Gomes. Camilo concorrerá ao Senado, ficando com uma vaga. A outra deve ser destinada ao empresário Beto Studart ou ao conselheiro do TCM, Domingos Filho. Mauro Filho e Zezinho Albuquerque também sonham com essa candidatura.

Em entrevista ao Estadão, Ciro descartou receber o apoio do PT em 2018, mas trabalha para cooptar 40 dos 58 deputados federais petistas além dos governadores da Bahia, Rui Costa e do Piauí, Welington Dias. Ambos serão convidados a ingressarem no PDT.

Nenhum comentário:

Destaque

TSE mantém no ar post que acusa Haddad de defender o incesto

O ministro Luís Felipe Salomão, substituto no Tribunal Superior Eleitoral, negou pedido para retirar postagens do escritor Olavo de Ca...