terça-feira, outubro 25, 2016

CÂMARA DE COREAÚ COM VELHAS PRÁTICAS PARA ENCOBRIR ERROS


                                               (Equipe do TMC na porta da Câmara de Coreaú)

As contas de governo do ex-prefeito de Coreaú, Carlos Roner, referentes ao exercício de 2010, através do Processo nº  6525/11, tiveram parecer pela desaprovação, por unanimidade, no TCM, ainda, em 2015. Ocorre que, durante meses,  Carlos Roner apresentou uma série de petições sem sentido, para que esta documentação não chegasse à Câmara Municipal nos meses que antecediam às eleições 2016, no intuito claro de se beneficiar com a não apreciação das contas pelo legislativo municipal. As artimanhas corriqueiramente utilizadas por políticos condenados por atos de corrupção e improbidade, visam evitar sua condenação e a sanção de inelegibilidade.

 Entretanto, a novela pode estar longe de acabar. Sábado (22/10) uma equipe do Tribunal compareceu à Câmara de Coreaú para que o presidente Manoel Gonçalo, recebesse o processo para, finalmente dar início ao procedimento de praxe. Para espanto da população e dos vereadores presentes Regina Flavia,   Caboré, Chico Deca e João Godô, o presidente é mais 4 vereadores que apoiam Roner simplesmente sumiram, e a sessão da Câmara,  que estava programada para ser realizada  simplesmente não aconteceu. O mais grave, o secretário do presidente, Antonio Serviço, se negou a receber os autos do processo, cabendo a Vereadora  Regina Flavia, primeira Secretaria da Câmara, a receber a documentação para que o presidente Manoel Ferreira de Aguiar se digne em cumprir o seu dever e seguir o andamento do caso. Agora se pergunta: Será que não terá mais sessão na Câmara de Coreaú até o final do ano somente para beneficiar o prefeito eleito? Com a palavra os vereadores e o Ministério Público local.

Nenhum comentário: