segunda-feira, outubro 31, 2016

ABSTENÇÃO, BRANCOS E NULOS SUPERAM VOTOS DE ELEITOS NO RIO, BH E PORTO ALEGRE


Nas três principais capitais em que houve disputa em segundo turno ontem (30), a soma das abstenções e dos votos brancos e nulos superou o total de votos recebidos pelos prefeitos eleitos. Assim como havia ocorrido no primeiro turno em São Paulo, quando o prefeito eleito, João Dória (PSDB), teve menos votos (3.085.187) do que a soma dos brancos, nulos e abstenções (3.096.304), agora, no segundo turno, isso se repetiu no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e em Porto Alegre.

Em Curitiba, a soma das abstenções, brancos e nulos ficou um pouco abaixo do total de votos recebidos pelo prefeito eleito Rafael Greca (PMN). Ele recebeu 461.736 votos e a soma dos votos nulos (117.920), brancos (44.834) e abstenções (259.399) atingiu 422.153 votos.

No Rio de Janeiro, por exemplo, não compareceram às urnas 1.314.950 eleitores, 149.866 votaram em branco e 569.536 anularam os votos. Ou seja, 2.034.352 optaram por não votar nem em Marcelo Crivella (PRB), que venceu a disputa com 1.700.030 votos, nem em Marcelo Freixo, que conquistou 1.163.662 votos.

Nenhum comentário:

Destaque

SE HOUVER, CIRO ESTARÁ FORA DO SEGUNDO TURNO DE ACORDO COM PESQUISA ENCOMENDADA PELA GENIAL INVESTIMENTOS

A primeira pesquisa do dia foi encomendada pela Genial Investimentos, como informa O Antagonista. Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 30% ...