terça-feira, setembro 06, 2016

"Municípios Quebrados": Gastos anuais com servidores sobem 210,5% e eleitos irão receber prefeituras quebradas

 Um levantamento inédito divulgado na edição desta segunda-feira (5) do jornal O Globo, mostra que os gastos anuais com os servidores municipais subiram 210,5%. Isso significa que, para cada brasileiro, o gasto por ano com o funcionalismo municipal passou de R$ 216,00 para R$ 671,00.

A pesquisa da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas mostra que a disparada da folha de pagamento municipal é reflexo da municipalização de serviços desde a Constituição de 1988.

Com mais atribuições, os municípios precisam contratar mais gente e comprometem o orçamento com a folha, deixando pouco espaço para investir.

Soma-se isso a crise fiscal dos estados e da União, de onde vem boa parte do dinheiro repassado a prefeituras. Dessa forma, está criado o quadro de municípios quebrados que aguarda os próximos prefeitos.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziukoski, detalha que em 1988 havia cerca de 40 mil servidores municipais na Saúde. Hoje, são cerca de um milhão e meio, com os profissionais, por exemplo, do programa Saúde da Família.
Ele diz ainda que, ao longo desse período, a União foi se eximindo das ações na área social e repassando para as prefeituras. Ao criar o piso do magistério, por exemplo, quem tem de arcar é a prefeitura.

O levantamento completo está publicado na edição desta segunda-feira (5) do O Globo.


Com informações da revista Veja

Nenhum comentário:

Destaque

SE HOUVER, CIRO ESTARÁ FORA DO SEGUNDO TURNO DE ACORDO COM PESQUISA ENCOMENDADA PELA GENIAL INVESTIMENTOS

A primeira pesquisa do dia foi encomendada pela Genial Investimentos, como informa O Antagonista. Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 30% ...