quinta-feira, setembro 01, 2016

"Michel Temer efetivado": Conheça a trajetória política do novo presidente do Brasil

 A partir desta quarta-feira (31), Michel Temer assume a 37ª presidência da República, após Dilma Rousseff ser cassada por 61 votos a 20. Ele já havia assumido interinamente a Presidência da República no dia 12 de maio por força da decisão do Senado de dar continuidade ao pedido de impeachment.

Temer é o primeiro paulista a ocupar a Presidência da República em 110 anos. O último a ocupar o posto foi Rodrigues Alves, de 1902 a 1906. Depois disso, outros políticos com carreira construída no estado receberam a faixa presidencial, mas nenhum nasceu de fato em São Paulo.

Natural de Tietê, a 121 quilômetros da capital, Michel Miguel Elias Temer Lulia nasceu em 23 de setembro de 1940 e é o caçula de oito irmãos de uma família católica de origem libanesa. Na Universidade de São Paulo (USP), apaixonou-se pelo Direito e construiu uma carreira dedicada às ciências jurídicas, que inclui um doutorado pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) e a autoria de livros sobre Direito Constitucional.

A carreira política foi iniciada como oficial de gabinete do secretário de Educação de São Paulo, Ataliba Nogueira, entre 1964 e 1966. Em 1970, tornou-se procurador do estado, chegando a procurador-geral em 1983.

PMDB - Michel Temer tem uma vida dedicada ao PMDB, partido ao qual se filiou em 1981. De 1987 a 1991, foi deputado constituinte e, depois, reeleito deputado federal por mais cinco mandatos. Licenciou-se do cargo somente para reassumir a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e, depois, a Secretaria de Governo.

Foi três vezes presidente da Câmara dos Deputados. Nessa condição, assumiu a Presidência da República interinamente por duas vezes: de 27 a 31 de janeiro de 1998 e em 15 de junho de 1999, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

De 2001 ao fim de 2010, presidiu o Diretório Nacional do PMDB, de onde se licenciou em 2011, para assumir como vice de Dilma Rousseff.



Com Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...