sexta-feira, junho 03, 2016

MAIS UM...

ESCÂNDALO NO CEARÁ

 MPF descobre desvio de R$ 700 milhões no BNB


Os Ministérios Públicos, Federal e Estadual, após investigação no BNB – Banco do Nordeste, descobriu um rombo de mais de 700 milhões. A denúncia feita em setembro de 2013 não apresentou provas na época. 

Há 2 anos, o promotor do Ministério Público Federal Ricardo Rocha, conseguiu provas suficientes para dar inicio a investigação.

Segundo a denúncia, funcionários do Banco do Nordeste, estariam facilitando empréstimos a empresas que não tinham condições de pagar a dívida. De acordo com Ricardo Rocha, “as irregularidades são gravíssimas e o BNB a algum tempo foi tomado por uma quadrilha que desviou valores vultuosíssimos do banco através de concessão ilegal de créditos”.

A investigação aponta envolvimento de diretores do banco no esquema. O Banco do Nordeste entrou, pela primeira vez, no foco das atenções da Operação Lava jato, após depoimento do engenheiro José Antunes Sobrinho, um dos donos da construtora Engevix.

A empresa criou laços de negócios e intimidade com o Governo Federal e se transformou em um dos alvos das investigações no escândalo de corrupção da Petrobras. A importância e a influência da Engevix no ciclo de poder do Partido dos Trabalhadores na Presidência da República podem ser dimensionadas pelos números: em 2004, a empresa valia R$ 141 milhões e, dez anos depois, estava faturando R$ 3,3 bilhões.

O engenheiro José Antunes revelou em depoimento ao Ministério Público Federal e à Justiça Federal detalhes dos caminhos para ter conseguido tantas obras. Antunes conheceu e participou do esquema de propina em grandes obras e, também, na liberação de empréstimos do BNDES e BNB.

Ceará agora

Nenhum comentário:

Destaque

André diz que PT foi “irresponsável e safado” ao afirmar que PDT pediu cargos para apoiar Haddad

 "O PDT não exigiu nem sequer a vaga de porteiro da garagem do Palácio do Planalto para declarar apoio crítico", disse o ped...