sexta-feira, maio 27, 2016

LAVA JATO DESCONFIA QUE VAZAMENTO DE CONVERSAS FOI PARA CONTER DANOS


Investigadores da Operação Lava Jato avaliam que os vazamentos das gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro e ex-senador Sérgio Machado de conversas com caciques do PMDB foi uma operação para conter danos.

Para integrantes da força-tarefa da operação, a divulgação de trechos das conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) e com o senador Romero Jucá (PMDB-RR) acabaram atrapalhando as investigações.

Fato semelhante ocorreu com o vazamento da delação premiada do então senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS). Na ocasião, o vazamento ocorreu numa tentativa de barrar a continuidade das investigações, observou um integrante da Lava Jato. “A estratégia foi repetida agora”, disse.


Fonte: Blog do Camarotti

Nenhum comentário: