terça-feira, março 01, 2016

Tem dirigente de partido com promessa de pagar até R$ 2 milhões para ter um deputado


A janela para trocas partidárias – aberta no dia de 18 deste mês e que vai até 18 de março de 2016 – transformou o Congresso num "feirão" para a filiação de deputados e senadores. As ofertas são das mais diversas: cargos, controle de diretórios regionais e até dinheiro. "Tem dirigente de partido com promessa de pagar até R$ 2 milhões para ter um deputado", afirmou Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SP), presidente do Solidariedade (SD) à revista Isto É. 

"Se meu partido perder deputado, vou dizer quem é", completou Paulinho. Conforme apurou a reportagem, as legendas que têm apresentado ofertas mais agressivas são o PP, o PSD e o PR. Condenado no mensalão e cumprindo pena em regime semiaberto, o ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR) tem recebido parlamentares no seu escritório em Brasília. "Eu estive com o Valdemar, mas ainda não decidi o que farei. Tenho ofertas da Rede e do PP também", disse o deputado Ricardo Izar (PSD-SP).

Nenhum comentário:

Destaque

RÁDIO. O veículo "sem fio" espera bater recorde domingo

O rádio espera repetir no domingo, dia 28, os picos de audiência registrados durante o domingo de eleições do primeiro turno em todo...