quinta-feira, março 03, 2016

Pesquisadores da Fiocruz encontram zika vírus em muriçocas.

 Durante o segundo dia do workshop A, B, C, D, E do vírus zika, realizado no Recife, pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgaram, na última quarta-feira,02, um estudo que revela a presença do vírus Zika na glândula salivar dos mosquitos da espécie Culex, popularmente conhecidos como muriçocas.

Os resultados da pesquisa são parciais, pois ainda não é possível afirmar se a muriçoca pode transmitir o  zika vírus para seres humanos. Entretanto, vem como uma alerta às autoridades, considerando-se que a população de muriçocas é 20 vezes maior que a do Aedes aegypti, sendo plenamente encontrada em todo o País.

Ainda de acordo com os pesquisadores, a próxima etapa da investigação consiste em analisar o material de campo que está sendo coletado. A ideia dos cientistas é coletar cerca de dez mil mosquitos (tanto Culex quanto Aedes Aegypti) em bairros de cidades pernambucanas onde há mais incidência de zika, essa será considerada a segunda fase da pesquisa, que deve durar de seis a oito meses.

Nenhum comentário:

Destaque

Explicando as diferenças entre conservadores e progressistas

 Na hora de votar, muito além das pessoas físicas dos candidatos, precisamos analisar bem qual dos projetos queremos para nós   Conse...