terça-feira, janeiro 12, 2016

CRATEÚS. O CLIMA ESQUENTOU NA CADEIA PUBLICA

 
A administração da cadeia publica de Crateús, tem tido muito trabalho para conter o clima de intranquilidade que reina nas celas daquela unidade prisional. Segundo informa a direção do presídio, hoje existem duas facções rivais, que estão em clima de guerra. No domingo (10), presos de uma das alas da cadeia estavam cavando um buraco na parede de uma das celas, com o objetivo de travar um confronto com detentos da ala contrária.

Com muito esforço a situação foi controlada com a intervenção de policiais militares que apreenderam varias armas de fabricação artesanal, do tipo cossoco, celulares, além de outros artefatos.


Nesta segunda-feira (11) a situação voltou a se repetir, pois os detentos ameaçavam deixar suas celas alegando que estavam temerosos, pois havia uma ameaça de envenenamento, pois as refeições são preparadas no interior da cadeia. Para evitar algum tipo de confronto, uma nova vistoria foi realizada e mais cossocos e celulares foram apreendidos. Três detentos tiveram que ser mudados das celas, pois segundo a direção do presídio, eles estariam liderando o movimento. Apesar do vasto material recolhido, o clima ainda é de muita tensão.

Com informações de Tony Sales

Nenhum comentário: