quinta-feira, dezembro 03, 2015

Polêmica: O clima esquentou na Assembleia Legislativa do Ceará os deputados Ferreira Aragão e Doutora Silvana trocaram fortes acusações



O clima esquentou, na manhã desta terça-feira, na Assembleia Legislativa do Ceará. Por conta ainda da polêmica aprovação do projeto de lei que permitirá ao governo do estado elevar as taxas de IPVA e ICMS, a partir de janeiro de 2017, os deputados Ferreira Aragão (PDT), da bancada governista; e Doutora Silvana (PMDB), da oposição, trocaram fortes acusações. Ferreira Aragão se pronunciou primeiro, buscando se explicar pelo fato de ter votado a favor da elevação dos impostos. Em sua fala, ele teria dito que a deputada Silvana “de vez em quando faz uma coisinhas boas”, se referindo à colega de parlamento que teria postado em seu Face os nomes dos deputados que votaram pela elevação dos tributos. Ferreira foi m ais além e disse que, “sempre que for agredido, iriei me defender. Isso é a legítima defesa”, argumentou. Imediatamente após sua explanação, a deputada peemedebista solicitou ao presidente da sessão, deputado Tim Gomes (PHS), uma “questão de ordem” para rebater as palavras do deputado-radialista.

Ignorante?

Em tom forte e de desabafo, a deputada Doutora Silva rebateu as críticas de Aragão. Segundo ela, o pedetista foi infeliz ao tentar lhe atingir, quando quis “criar uma defesa” por ter votado contra aos anseios da população cearense. “Estou aqui cumprindo o meu dever. Não gastei um centavo comprando voto e cumpro meu dever como deputada”. Aragão foi à réplica, afirmando que Silvana foi “ignorante” e que ela se equivocou quando, na verdade, ele tentou elogiá-la. O bate-boca entre os dois políticos só terminou quando o presidente da sessão encerrou os tempos concedidos aos dois deputados e mandou retirar dos anais da sessão a palavra “ignorante”, pronunciada por Ferreira contra Silvana, substituindo-a pela expressão “menos elegante”.


Nenhum comentário:

Destaque

Pesquisa BTG/FSB: Bolsonaro, 60% dos votos válidos; Haddad 40%; 76% avaliam que o capitão será o próximo presidente

81% dos eleitores disseram que com certeza irão votar, 10% provavelmente irão votar Veja os principais pontos da pesquisa BTG Pactual/...