quarta-feira, dezembro 30, 2015

NO DIÁRIO DO NORDESTE. Lojistas de Nova Russas apostam na expansão do comércio local para enfrentar a crise.



Na contramão do mau desempenho dos principais indicadores de economia, o comércio varejista cearense tem adotado estratégias bem sucedidas para expandir os negócios e continuar investindo para atender a uma demanda de clientes, que, em épocas de crise, costuma assumir um perfil ainda mais exigente.

É o caso do município de Nova Russas, distante 300 quilômetros de Fortaleza, onde os impactos da crise não foram suficientes para brecar o ritmo de investimentos em reformas, reposição de mercadorias, treinamento de pessoal e oferta de novos serviços para o consumidor.

De acordo com o presidente da CDL de Nova Russas, Antonio Beserra Camelo, um levantamento realizado pela diretoria da associação mostra que os impactos foram, inclusive, minimizados por um grupo de empresários que decidiu continuar apostando na diversidade de produtos do varejo e reestruturação de seus estabelecimentos. “Tivemos um ano complicado para a maioria dos lojista. Mas essa pesquisa demonstra claramente que os comerciantes que conseguiram driblar a crise foram os mesmos que não deixaram de investir. Reconhecemos que o momento é delicado, mas é preciso criar oportunidade e vencer a falta de motivação”, explica Camelo.

Foi nesse sentido que a atual diretoria da CDL de Nova Russas, município dos Sertões de Crateús, decidiu atacar em duas frentes.

Primeiro, fechou parceria com o Sebrae para oportunizar o fortalecimento da atividade econômica por meio da capacitação e atualização profissional de suas equipes, através da oferta de palestras e debates sobre gestão, crédito, tecnologia e ainda o empreendedorismo.

Tem muita gente que está desmotivada e não faz nada para sair do lugar. Nossa preocupação é mostrar novos caminhos e construir com todos os nossos 93 associados, pouco mais da metade do comércio local, um plano de ação para 2016”, explica.

Outro município que também encontrou nas parcerias com o Sebrae e com o governo municipal o caminho para se prevenir do cenário de ameaça e se manter ativo é Pindoretama, na Região Metropolitana de Fortaleza, onde a CDL tem empreendido esforços e investimentos na formação de profissionais.

O comércio está enfrentando bem a crise econômica e a CDL exerce um papel fundamental nesse crescimento. Estamos levando conhecimento, treinamento, cursos e palestras como forma de colaborar com o sucesso dos negócios dos nossos associados”, pontua Agamenon Araújo, presidente da CDL de Pindoretama.

No início do mês, a diretoria da entidade chegou a promover um grande encontro entre diversos setores do comércio, gestores públicos e associados da entidade de classe, para apresentar outras ações oriundas de parcerias, que visam alcançar o desenvolvimento do comércio.

Incentivos

Na ocasião, o empresário Freitas Cordeiro, presidente da Federação das CDLs do Ceará, divulgou ferramentas como o Cartão BNB/FCDL-CE e BB Noel, programas de linhas de crédito e taxas de juros diferenciadas para os associados, como incremento da atividade varejista no âmbito da realidade atual.

Estamos vivendo um momento econômico delicado, mas nosso comércio é corajoso e pujante. E essa busca por novos caminhos, novas parcerias é mais um diferencial nosso, pois acreditamos na força do varejo cearense e sabemos que ele precisa desse alento”, conclui o presidente da Federação.

(Diário do Nordeste)

Nenhum comentário: