terça-feira, novembro 24, 2015

Ministério Público Federal pedirá cassação de concessões de rádios a congressistas cearenses




O Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) receberá ainda nesta semana representações contra três congressistas do Estado que aparecem em registros oficiais como sócios de empresas de Rádio e TV.

As ações, que pedem cassação das concessões públicas das emissoras, incluem os deputados federais Aníbal Gomes (PMDB) e Domingos Neto (PSD), além do senador Tasso Jereissati (PSDB).

Serão acionados em todo o País 40 congressistas, 32 deles deputados federais e oito senadores. As representações foram protocoladas ontem no MPF de São Paulo pelo coletivo Intervozes – entidade que milita na área da comunicação - e outros doze órgãos da sociedade civil. Com apoio do órgão paulista, os casos de cearenses devem ser remetidos agora ao MPF-CE.

Além dos cearenses, são alvos da ação alguns dos políticos mais influentes do País, como os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Edison Lobão (PMDB-MA), Agripino Maia (DEM-RN) e Jader Barbalho (PMDB-PA). Em dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), eles aparecem como sócios de emissoras.

(O Povo)

Nenhum comentário: