quinta-feira, outubro 01, 2015

PROCON-AL FAZ AGENDAMENTO PARA NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS COM BANCOS


Os consumidores que quiserem negociar suas dívidas junto às instituições bancárias poderão, no período de 05 a 09 de outubro, procurar o Procon da Assembleia Legislativa para apresentar seus questionamentos e tirar suas dúvidas. A partir desse primeiro encontro, o Procon agendará para os dias 26, 27, 28 e 29 de outubro a realização de um mutirão de negociação presencial entre os consumidores e os bancos.

A novidade desse mutirão é que os clientes do interior do Estado também poderão apresentar suas reclamações. A informação foi dada nesta quarta-feira (30), pelo deputado Odilon Aguiar (Pros), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, após se reunir com o presidente da Mesa Diretora, deputado Zezinho Albuquerque (Pros).

"Os valores das tarifas bancárias subiram em um ritmo muito mais rápido que o índice da inflação. Nesse período de crise, os bancos já acumularam um lucro de mais de R$ 60 bilhões, enquanto que a situação financeira dos cidadãos está em um nível insustentável. Combinei com o presidente Zezinho, e esta Casa dará todo o apoio para a realização desse mutirão presencial entre os consumidores e os bancos", explicou Odilon.


Como agendar


Para participar do mutirão, o consumidor deverá ir ao Procon-AL no horário das 8h às 17h, entre os dias 5 e 9 de outubro. Eles deverão ter, em mãos, cópias do RG, CPF, comprovante de endereço e das faturas, carnês, extratos ou contratos a serem questionados. Após esse contato, ele já sairá com a data da conciliação agendada. Cada uma das audiências a serem realizadas terá o acompanhamento de um advogado do Procon-AL. E, caso o consumidor não entre em acordo, a reclamação será registrada no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), que poderá gerar processos contra as instituições bancárias.


Dados recentes apontam que 62% das famílias brasileiras estão endividadas. Dessas, 77% estão nessa situação devido aos juros cobrados no rotativo do cartão de crédito. Na última segunda-feira, o Procon da Assembleia realizou pesquisa entre os sete maiores bancos localizados no Ceará e apontou que a diferença entre tarifas chega a 54% em alguns serviços, como é o caso dos juros de cartão de crédito rotativo.

Nenhum comentário: