quarta-feira, agosto 12, 2015

COM QUEM SEU GOVERNANTE ANDA?




Niccolo Maquiavel alertou que “o primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta”. De fato, governantes inteligentes não têm motivo para ter receio de companhias inteligente. Muito pelo contrário, sabem que são essas pessoas que, se bem intencionsadas, podem assessorá-lo na melhor condução de seu governo.

Desconfie-se, de pronto, daqueles que preferem a presença dos néscios, dos incompentes.  Essa atitude, não raro, denota que o governante não tem luz própria, e por isso tem medo de ser ofuscado por assessores mais inteligentes que eles.

Há que se destacar, todavia, que aqueles que dependem de apoio político-partidário para governar são instados, por fortes pressões e ameaças de por em risco a governabilidade, a acatar indicações que não atendem esses pressupostos. O critério político, não tenhamos dúvida, não é dado a sentar à mesma mesa com o critério meritoso da competência.


Nenhum comentário: