quarta-feira, julho 29, 2015

SAIBA QUEM SÃO OS DEPUTADOS ESTADUAIS QUE PRETENDEM DISPUTAR A ELEIÇÃO PARA PREFEITO EM 2016



A eleição municipal do ano que vem já movimenta os bastidores da política cearense, incluindo a articulação dos que, hoje, já dispõem de mandatos garantidos na eleição estadual, em 2014. Pelo menos 24% da representação da Assembleia Legislativa do Ceará deverão disputar cargos majoritários nas eleições de 2016.

De acordo com o levantamento feito pela reportagem, dos 46 deputados, 11 estão com os nomes cotados para o pleito. Vale ressaltar que para a disputa do Executivo Municipal, os parlamentares não precisam se afastar dos mandatos, o que facilita a disposição de embarcar na disputa. Caso não sejam eleitos, eles têm a segurança de mais dois anos no Parlamento.

Na tradição política, o parlamento estadual funciona, muitas vezes, como alavanca para que os políticos conquistem as prefeituras das regiões dos quais representam.


Interior


Para o interior do Estado, cerca de seis parlamentares estão com os nomes cotados para a disputa, dentre os quais: Agenor Neto (PMDB), para a prefeitura de Iguatu; Júlio César (PTN), Maracanaú; Naumi Amorim (PSL), Caucaia; Ivo Ferreira Gomes (Pros), Sobral; Carlomano Marques (PMDB), Pacatuba; Tomaz Holanda (PPS), Quixeramobim.

Fortaleza

Já para o acirramento político para o Executivo de Fortaleza, nos bastidores, quatro aparecem na lista: Heitor Férrer (PDT), Capitão Wagner (PR), Renato Roseno (Psol), Elmano de Freitas (PT).

Pré-candidato

Dentre os citados, apenas Capitão Wagner confirmou que deverá encabeçar uma chave. “Eu sou pré-candidato do PR à chefia da capital cearense, porque sinto que a população quer mudança”, disse o deputado em entrevista, assegurando ter o incentivo dos amigos e correligionários para tocar o projeto em frente.

Em ano pré-eleitoral, os debates tornam-se mais acirrados na Casa, tendo em vista os pares voltarem maior atenção para as regiões que desejam se lançar candidatos, cobrando, inclusive, na tribuna, maior atuação do Executivo nas localidades.

Férrer

Heitor Férrer, que pode até sair do PDT, partido ao qual é filiado há 28 anos, pelo desejo de se candidatar pela terceira vez à Prefeitura de Fortaleza na eleição do próximo ano, afirma que aguarda o aval do presidente regional, André Figueiredo, e da direção nacional da legenda. “Nós não somos candidatos de nós mesmos. Isso passa pelo presidente estadual e nacional. Se eles entendem que pela desenvoltura que tivemos na eleição passada, nós somos um nome que aglutina, não só o partido, mas outras legendas para disputar a eleição de Fortaleza, sendo assim, o meu nome está à disposição”, disse.

Ausência

Outro fenômeno que ocorre neste período é a ausência dos deputados no plenário, haja vista que as articulações políticas ocorrem com mais frequência, levando os parlamentares se voltarem para as suas bases. Mesmo aqueles que não participam como candidatos, de algum modo se envolvem no pleito, se distanciando dos trabalhos legislativos.

RC e Camilo

Atualmente, os dois chefes dos executivos municipal e estadual, Roberto Cláudio e Camilo Santana, saíram do parlamento estadual. Roberto Cláudio antes de se eleger prefeito de Fortaleza, por duas vezes consecutivas foi eleito deputado estadual, sendo a última, eleito por unanimidade como presidente da Casam no biênio (2011-2013). Já Camilo atuou pouco tempo, em função de ter assumido as Secretarias de Desenvolvimento Agrário e das Cidades, na gestão do ex-governador Cid Gomes (Pros).

Fonte O ESTADO/POLITICACOMK


Nenhum comentário: