sexta-feira, julho 17, 2015

REFORMA POLÍTICA: SENADO APROVA RESTRIÇÕES PARA PESQUISAS ELEITORAIS


Os veículos de comunicação podem ficar impedidos de contratar empresas de pesquisas sobre eleições ou candidatos que nos 12 meses anteriores ao pleito tenham prestado serviços a partidos políticos, candidatos e a órgãos ou entidades da administração pública direta e indireta dos poderes Executivo e Legislativo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios. O veto está no projeto aprovado pelo Senado, nesta quinta-feira (16).


O PLS 473/2015, que veio da Comissão da Reforma Política, estabelece também que a proibição se aplicará somente às empresas que prestam serviço na mesma região onde será feita a pesquisa eleitoral.

Nenhum comentário: