quinta-feira, abril 16, 2015

OPOSIÇÃO UNIFICA DISCURSO PELO IMPEACHMENT DE DILMA



Embalados pela prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari, os presidentes dos partidos de oposição ao governo no Congresso – PSDB, PPS, DEM, SD e PV – unificaram nesta quarta-feira, 15, o discurso no movimento pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Os dirigentes ainda não decidiram formalizar o pedido, mas definiram que isso será feito em bloco, o que, segundo dizem deve ocorrer em breve.

A articulação conjunta tenta evitar uma disputa fratricida entre as legendas pelo protagonismo do movimento. O ponto de partida será um conjunto de pareceres jurídicos, encomendado pelo PSDB, que deve ficar pronto até o fim da próxima semana. O presidente da sigla, senador Aécio Neves (MG), não revelou quem serão os autores.

Além do papel de Vaccari e do eventual uso de dinheiro de propina da Petrobras na campanha de Dilma Rousseff, os tucanos apostam em outros três fatos para respaldar o pedido: a acusação de que a Controladoria Geral da União (CGU) segurou informações sobre propina na estatal até o fim das eleições; o uso irregular dos Correios na campanha eleitoral, como revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo; e a responsabilidade de Dilma por crime fiscal a partir das chamadas “pedaladas fiscais”, com uso de bancos públicos, para fechar as contas da União.

 
Com informações do Estadão

Nenhum comentário:

Destaque

De acordo com Data folha Nordeste é o obstáculo para a vitória de Bolsonaro no 1º turno

 Sem o Nordeste, Bolsonaro teria cerca de 34% das intenções de voto pelo Datafolha É a fidelidade a Lula (via Haddad) e a opção por Ciro...