quinta-feira, abril 30, 2015

Dizer, o que?

 A multidão lotando as arquibancadas irrompia em vivas e aplausos como se o Vasco, o dono do estádio, tivesse feito mais um gol. Não era nada disso, não.

Era o Getúlio chegando num carro aberto. Baixinho, precisava ficar em pé, no banco de trás, para ser visto pelo Povo. Completada a volta olímpica, agora no palanque:

- Trabalhadores do Brasil!

O estádio, até então o maior do Brasil, espocando alegrias, parecia ir abaixo, tamanhas as emoções que se espraiavam.

Sem outra saída a não ser a renúncia ante as fortes pressões militares, inclusive porque dobrara em 100% o salário mínimo e não podendo estender o mesmo percentual aos quarteis, voltava à Presidência da República agora pelo voto direto:

Eis-me aqui outra vez ao vosso lado para falar com a familiaridade amiga de outros tempos, para dizer que voltei a fim de defender os interesses mais legítimos do Povo e promover as medidas indispensáveis ao bem estar dos trabalhadores.

Foram os franceses, querendo que ninguém esquecesse o massacre que policiais e capangas de patrões fizeram em Chicago, Illinois, (USA), em 1886, contra trabalhadores que só pediam melhores condições de trabalho e salários justos, quem instituíram o 1º de maio como o Dia do Trabalhador.

Coincidentemente, era o Dia de São José, o operário carpinteiro, data que já estava na liturgia católica. Depois da França, seguiu-se a mesma celebração nos calendários mundo afora.

No Brasil, o Dia do Trabalho foi instituído pelo Presidente Artur Bernardes, aquele que diante de tantas pressões governou por quase o mandato inteiro sob o estado de sitio (15-11-1922 a 15-11-1926).

Juscelino foi outro a brilhar unindo seu sorriso aos dos trabalhadores no 1º de maio no estádio do Vasco da Gama.

Jango, mesmo sem os seus poderes presidenciais , que nem a Dilma hoje, sob um parlamentarismo pra inglês ver, celebrou o Dia do Trabalho com os operários na Usina Siderúrgica de Volta Redonda.

A reforma eleitoral, disse Jango, impõe-se para formar cada vez mais autêntica a voz do Povo no Parlamento, evitando-se injunções estranhas e inadmissíveis – demagógicas ou financeiras – na formação das assembleias populares.

Até os generais de plantão na mais longa das ditaduras não se esquivaram a dizerem algumas coisas aos trabalhadores no 1º de maio.

O mais durão deles, o General Médici, por exemplo, se disse empenhado pelo fortalecimento do sindicalismo e pelo crescente bem estar da família operária.

Sob Figueiredo, o do prendo e arrebento quem for contra a abertura, foi que a direita dos quarteis aprontou o atentado do Rio Centro, onde havia uma celebração pelo Dia do Trabalho. Só morreu um sargento em cujo colo a bomba explodiu, antecipadamente.

Getúlio profetizou que ‘um dia um de vocês, trabalhadores, chegará a este lugar onde hoje eu estou “ e esse dia chegou com Lula Presidente, ao qual nunca faltou o que dizer dia nenhum, principalmente no Dia do Trabalho.

Dou razão à Dilma.

No Brasil de agora, 61% das famílias estão endividadas. A renda do trabalhador caiu 2,8%, a maior nos últimos 12 anos. A inflação está em 8,3%, o que aumenta os preços dos alimentos e dos remédios e também os lucros dos supermercados e da indústria farmacêutica. Carestia de 3,2 pontos acima dos chamados reajustes salariais.

Não escapam nem as esperanças dos que sonham em ganhar na mega sena. A aposta mínima fica 40% mais cara a partir de hoje. Com isso o Governo que não cai com nada vai ter um ganho extra de mais de 1 bilhão de reais. Mais da metade do que precisa para pagar os juros da dívida externa.

Os juros para empréstimos e quitação de impostos estão na maior taxa desde 2008 (Selic em 13,25%) e os lucros dos bancos, como o Santander, indo a 31,9% no trimestre. E o Bradesco lucrando 4 bilhões e 200 milhões de reais líquidos nos últimos 90 dias. Muito mais que os 3 bilhões e 44 milhões do 1º trimestre do ano passado.

E as roubalheiras? Petrobrás, grandes sonegadores pagando propinas milionárias a conselheiros da receita, superfaturamentos em obras, serviços públicos de péssima qualidade, crianças e jovens sem escolas, ensino superior deficiente, zero em ciência, zero em tecnologia, zero em saúde, zero em segurança pública – ah ninguém aguenta mais ouvir essas coisas de todo o dia na nossa indignação.

Tem razão a Dilma, razão só pra ela, é claro, em não aparecer em lugar nenhum, nem mesmo na televisão, para saudar a magna data do trabalhador brasileiro. Se aparecer pessoalmente, vai ser vaia na certa. Se aparecer na televisão, vai ter panelaço nas janelas do País inteiro.

Ah coitada. Vai estar amanhã, 1º de maio, como o velho da canção do Chico, ah de novo o Chico – “e diga agora o que é que eu digo ao Povo / o que é tem de novo pra deixar? / nada, só a caminhada longa pra nenhum lugar” (...)

A Dilma hoje não tem o que deixar e amanhã nem o que dizer.

Edson Vidigal, advogado, foi Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal.



O FIM DA FM ESTÁ CADA VEZ MAIS PRÓXIMO

 O rádio de FM, a frequência modulada, vai acabar. Não é um erro de digitação. A Noruega anunciou que vai desativar todas as emissoras de rádio em FM em janeiro de 2017. Até lá as rádios vão se transformar em digitais. Com novos transmissores, o sinal é comprimido, usa formatos como o MP2 e é distribuído em sinal digital. Segundo o governo norueguês a razão é econômica e tecnológica.

A emissão em digital acrescenta outros serviços a emissora, hoje não disponíveis, e o rádio acompanha as outras mídias que também se digitalizam. Na Grã Bretanha o fim do FM está marcado para 2022. Hoje a frequência modulada standard vai de 87,5 a 108 megahertz. Ela já foi um avanço em relação as AM, ou amplitude modulada, que é medida em kilohertz e enfrenta sérios problemas técnicos de propagação e por isso é considerada uma tecnologia ultrapassada. Contudo essa migração para o FM está ameaçada com o avanço acelerado da tecnologia.

CÂMARA APROVA PRISÃO PARA QUEM MATAR CÃES E GATOS


O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (29), o Projeto de Lei 2833/11, do deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que criminaliza condutas contra a vida, a saúde ou a integridade de cães e gatos. A matéria, aprovada na forma de uma emenda substitutiva do deputado Lincoln Portela (PR-MG), será votada ainda pelo Senado.

De acordo com o texto, matar cão ou gato terá pena de detenção de 1 a 3 anos. A exceção será para a eutanásia, se o animal estiver em processo de morte agônico e irreversível, contanto que seja realizada de forma controlada e assistida.

Se o crime for cometido para controle populacional ou com a finalidade de controle zoonótico, a pena será de detenção de 1 a 3 anos. Neste último caso, ela será aplicada quando não houver comprovação de enfermidade infecto-contagiosa que não responda a tratamento.

Essas penas serão aumentadas em 1/3 se o crime for cometido com emprego de veneno, fogo, asfixia, espancamento, arrastadura, tortura ou outro meio cruel.

O INSPETOR DA POLÍCIA CÍVIL QUE PRESTOU SERVIÇO EM NOVA RUSSAS, HÉLIO DE MOURA PINTO, MORRE, VÍTIMA DO DIABETES


 Esse profissional da polícia civil trabalhou em Nova Russas durante um bom tempo.

O inspetor da Polícia Civil, Helio de Moura Pinto, 56 anos, natural de Fortaleza, faleceu no fim da tarde desta quarta-feira, (29/04) no Hospital Regional de Sobral, vítima de complicações de problemas com diabetes.

Moura, como era conhecido, trabalhou na Delegacia de Polícia Civil de Ipu por dez anos, onde atualmente residia com os filhos e a esposa.

Além de Ipu, o ex-policial civil que aposentou-se no ano passado, trabalhou nas Delegacias das cidades de: Ipueiras, Nova Russas, São Benedito, Itapipoca, Itapajé, Umirim, Aracoiaba, Guaraciaba do Norte e Uruburetama.

Via Ipu notícias


COM RECORDE DE PÚBLICO, INVICTO CEARÁ CONQUISTA COPA DO NORDESTE



Diante de um público de 63 mil pessoas - o maior da temporada 2015 do futebol brasileiro - o Ceará venceu o Bahia por 2 a 1 na Arena Castelão, em Fortaleza, e conquistou o título da Copa do Nordeste. Foi a primeira vez que o time cearense levou o troféu da competição regional, apelidada de "Lampions League" pelos torcedores. A conquista, invicta, também classificou a equipe para a Copa Sul-Americana. No jogo de ida, o Ceará também havia vencido, por 1 a 0.

Depois da frustração de perder a final para o Sport na edição 2014 do torneio, os torcedores do Ceará soltaram o grito de campeão graças aos gols de zagueiros. Charles, no primeiro tempo, e Gilvan, no segundo, marcaram de cabeça após cruzamentos do meia Ricardinho. O atacante argentino Maxi Biancucchi descontou para o Bahia já no final do jogo, em um belo gol por cobertura.

Fonte: Veja.com

quarta-feira, abril 29, 2015

GOVERNO ACEITA CARÊNCIA MENOR NA PENSÃO POR MORTE

 O relatório da Medida Provisória 664, das novas regras para benefícios previdenciários, traz alterações que vão impactar na arrecadação do governo, caso seja aprovado no Congresso. O texto, apresentado na terça-feira (28) pelo deputado petista Carlos Zarattini (SP), flexibiliza exigências para o acesso à pensão por morte.

No projeto original, o governo propôs o mínimo de dois anos de contribuição ao INSS e de dois anos de casamento ou união estável para o cônjuge receber a pensão. No relatório, o tempo de contribuição foi reduzido para um ano e meio. Mesmo com a exigência desse período, não haverá carência para receber a pensão, ponto que não existia no texto original. As pessoas que apresentarem contribuição ou casamento por tempo inferior ainda terão acesso ao benefício, pelo período de quatro meses.

O pagamento proporcional da pensão, de acordo com o número de dependentes também foi alterado. O governo propunha que o benefício fosse pago no valor de 50% ao cônjuge, mais 10% para cada dependente. "Estamos revogando (esse artigo) e mantendo a integralidade no valor de 100% das pensões", disse Zarattini.

A tabela que relaciona a idade da(o) viúva(o) ao número de anos de pagamento das pensões também foi alterada e fixa novas faixas de idade que garantem tempos maiores de contribuição a quem tem mais de 30 anos. Beneficiários com até 21 anos, receberão a pensão por 3 anos no novo texto. Os que tiverem entre 21 e 26 anos, por 6 anos. Os de 27 a 29 anos, 10 anos. De 30 a 40 anos de idade, 15 anos. Entre 41 e 43 anos de idade, 20 anos. Finalmente, aqueles com mais de 44 anos, receberiam a pensão vitalícia.

INVESTIMENTOS DO MEC EM QUEDA


No discurso de posse do segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff anunciou que o lema de seu novo governo será “Brasil, Pátria Educadora”. Apesar da frase sintetizar a priorização da educação no governo federal, até agora o lema não se refletiu nos investimentos da área. As aplicações do Ministério da Educação (MEC) caíram quase 30% no primeiro trimestre de 2015 quando comparadas com igual período de 2014.

Nos três primeiro meses deste ano, R$ 1,5 bilhão foi destinado para obras e compra de equipamentos, contra R$ 2,1 bilhões do ano passado. A previsão é de que R$ 14,2 bilhões sejam aplicados pelo MEC em 2015. No exercício de 2014, o valor era pouco menor: R$ 14,1 bilhões.

DECON IRÁ APURAR DENÚNCIA DE COBRANÇA INDEVIDA DA COELCE


 O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (DECON), do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), instaurou procedimento administrativo para apurar possíveis irregularidades cometidas pela Coelce na cobrança da conta de energia elétrica deste mês de abril

Os consumidores reclamaram, por meio do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC), do aumento excessivo no valor da conta; e da alteração da data da leitura do medidor, que acarretou em dupla cobrança para alguns clientes. A ausência de informações sobre as medidas adotadas viola preceitos determinados no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Por meio do procedimento administrativo, o DECON requer que a Coelce apresente informações ao órgão sobre a legislação utilizada para justificar o aumento. Requer, também, que a Companhia explique os critérios utilizados para alterar a data da leitura mensal das unidades consumidoras. Além disso, deve ser apresentado pela fornecedora de energia elétrica a memória dos cálculos dos últimos dez aumentos efetuados nas contas dos consumidores, bem como os parâmetros utilizados na realização dos cálculos para chegar ao valor final cobrado.

Os consumidores que se sentirem prejudicados e queiram registrar reclamação contra a Coelce fazê-lo através do site www.decon.ce.gov.br.

 
(com assessoria MPCE)

PROFESSOR FAZ GREVE DE FOME EM RORAIMA POR REDUÇÃO DE SALÁRIOS DE VEREADORES



Os salários de R$ 86 mil dos vereadores de Boa Vista levaram o professor Pierre Pinto, de 39 anos, a iniciar nesta terça-feira (28) uma greve de fome. Ele se acorrentou a um poste em frente à Câmara Municipal, na zona Norte da capital, e disse que só deixará o local quando os parlamentares reduzirem as verbas indenizatórias e de gabinete. Ao G1, o professor afirmou ter ‘se revoltado’ com os altos valores pagos mensalmente aos vereadores e resolveu iniciar o protesto. “É preciso agir em prol da redução desses salários absurdos, porque esses valores são uma afronta à população que convive com problemas na Saúde, Educação e em diversos outros setores”, declarou. Segundo ele, a capital passou por uma ‘vergonha nacional’ ao ser tema da reportagem do Fantástico no domingo (26) que denunciou os gastos ‘inventados’ pelos parlamentares para justificar o uso das verbas indenizatórias e de gabinete.

O Brasil inteiro foi informado sobre o que é feito por esses vereadores. Por isso, é preciso fazer alguma coisa para demonstrar a insatisfação da nossa sociedade. 

Então, eu vou ficar dia e noite aqui até que nos escutem e abaixem esses salários”, alegou ao G1, acrescentando que ‘só deixará de se manifestar, se for hospitalizado. “E mesmo que eu tenha que ir ao hospital, voltarei para cá [frente da Câmara] até ter essa reivindicação atendida”. Em nota, a Câmara Municipal de Boa Vista, alegou reconhecer o protesto, mas afirmou não ser responsável pela saúde do professor, “uma vez que ele afirma que só voltará a se alimentar quando sua reivindicação for atendida”

CÂMARA DOS DEPUTADOS APROVA PROJETO QUE DISPENSA MUNICÍPIOS DA MANUTENÇÃO DA REDE ELÉTRICA


O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (28) a suspensão de parte da Resolução Normativa 479/12, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que repassa aos municípios a elaboração de projeto e a implantação, expansão, operação e manutenção das instalações de iluminação pública. 

A suspensão está prevista no Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1428/13, do deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP).

A matéria, aprovada na forma de uma emenda do deputado Andre Moura (PSC-SE), será votada ainda pelo Senado.

Marquezelli ressaltou que a resolução da Aneel já está sendo contestada, com mais de 300 ações na Justiça dando ganho de causa em primeira instância às pequenas prefeituras. “Isso vai ser solucionado daqui a dez anos, dando uma despesa para a União com ressarcimentos”, afirmou, defendendo a atuação do Legislativo no caso.

A resolução da Aneel também permite que as atribuições dos municípios sejam delegadas. Já as despesas previstas na resolução incluem ainda todos os custos referentes à ampliação de capacidade ou à reforma de subestações, alimentadores e linhas já existentes.

Para o deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), as concessionárias não prepararam as redes de iluminação pública para as prefeituras assumirem. “As prefeituras já em situação difícil, de insolvência, não vão só fazer a manutenção”, afirmou. De acordo com ele, as prefeituras precisarão recuperar redes com deficiência de até 60%.

Já o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) defendeu a medida da Aneel. “Não dá para o Parlamento corrigir a incapacidade dos municípios de trocar uma lâmpada”, disse.

Hauly sugeriu a criação de um consórcio entre municípios que não conseguirem, de forma autônoma, custear a rede de iluminação pública.

Câmara dos deputados

terça-feira, abril 28, 2015

Marta Suplicy dá adeus ao PT

 “A senadora Marta Suplicy (SP) entregou hoje (28) sua carta de desfiliação do PT, na qual alega que “não tem como conviver” com os escândalos de corrupção envolvendo o Partifo dos Trabalhadores. “Para mim, como filiada e mandatária popular, os crimes que estão sendo investigados e que são diária e fartamente denunciados pela imprensa constituem não apenas motivo de indignação, mas consubstanciam um grande constrangimento”, justificou a senadora.


O diretório municipal de São Paulo do PT confirmou que a carta já foi entregue ao partido. Senadora por São Paulo, Marta foi também deputada e ministra da Cultura, de setembro de 2012 a novembro de 2014, na gestão de Dilma Rousseff. Foi ministra ainda ministra do Turismo no governo de Luiz Inácio Lula da Silva e prefeita de São Paulo, de 2000 a 2004. Em sua despedida, Marta se queixa que a carta de princípios do partido e seu programa partidário “nunca foram tão renegados pela própria agremiação” e que sua direção perdeu a capacidade de dialogar e ouvir seus filiados.


A senadora alega ainda que foi “isolada e estigmatizada” pela direção do PT quando tentou tomar providências e diz que vem tendo suas atividades partidárias e parlamentares cerceadas e limitadas pelo partido.


Por décadas, acreditei e dei o melhor de mim na perseguição de ideais que, com seus acertos e erros, não se distanciavam de um norte ético indiscutível e intransigente. Hoje, entretanto, não me sinto mais em condições de cooperar com o que não faz mais sentido a mim e a milhões de brasileiros”, afirma.


Ao anunciar sua saída do partido, Marta também deixa claro que não pretende renunciar ao mandato de senadora, que poderá ser requisitado judicialmente pelo PT, se a direção do partido assim o quiser. No texto, ela ressalta que foi eleita com 8 milhões de votos e que sua fidelidade maior é ao mandato, cujo exercício vem sendo cerceado pelo partido, alega.


Serei fiel ao meu mandato e permanecerei depositária dos valores defendidos por aqueles que votaram em mim, hipotecaram sua confiança pessoal e abraçaram as ideias que defendo desde a época em que me tornei pessoa pública em programa diário de TV, onde sempre me pautei por princípios éticos inegociáveis. Até onde pude, tentei reverter essa situação. Não fui ouvida”, diz a senadora.


A saída de Marta Suplicy do PT já era dada como certa desde que ela deixou o Ministério da Cultura, fazendo duras críticas ao governo. Ao reassumir o mandato no Senado, ela voltou a criticar ações do governo Dilma e a escolha de Juca Ferreira como seu sucessor na pasta. A senadora não anunciou ainda a qual partido pretende se filiar. A direção do PT não informou se vai pedir o mandato da senadora na justiça.”


(Agência Brasil)

DISPUTA ENTRE CASAL POR GUARDA DE CÃO VAI PARAR NO STJ


 Uma disputa envolvendo um casal sobre o animal de estimação foi parar na pauta do STJ. No caso, no calor da separação, a mulher havia pleiteado a guarda do cãozinho, o que lhe foi deferido. No entanto, ela não providenciou buscar o animal, embora existisse autorização judicial para tanto. Em sede de recurso, a Corte estadual deu ao homem a guarda.

O processo subiu ao STJ e em decisão publicada em 27/3, o relator, ministro Luis Felipe Salomão, negou provimento ao agravo contra decisão que inadmitiu o REsp contra acórdão do TJ/SP, que por sua vez foi assim ementado: “Inconformismo contra decisão que determinou a entrega do cão de estimação do casal à mulher, no prazo de 48 horas, sob pena de multa. Em recurso de agravo de instrumento anterior foi autorizada a guarda do animal pela agravada, no entanto, entre junho de 2012 e fevereiro de 2013, a agravada não deu mostras de possuir interesse em ficar com o animal, evidenciado pela ausência de diligência. Autorizada a manutenção da situação fática. Recurso provido”.

Prefeitura de Fortaleza vai destruir cerca 100 paredões de som apreendidos



Cerca de 100 equipamentos sonoros, conhecidos como "paredões de som", serão destruídos pela Prefeitura de Fortaleza nesta quarta, às 10 horas.

Os aparelhos foram apreendidos em fiscalizações realizadas pela Secretária Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e pelo Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) por poluição sonora e uso irregular. Outros 90 equipamentos serão doados a instituições que realizaram uma requisição.

A destruição deve ocorrer no estacionamento da Seuma. Em 2014, 516 equipamentos foram destruídos e outros 114 foram doados a entidades.


(Jornal O Povo)

segunda-feira, abril 27, 2015

VEREADORES: FALSAS DESPESAS DÃO 85 MIL POR MÊS


 Vereadores alugam carros, compram combustível, contratam serviços, mas na hora de comprovar as despesas, a bagunça é total

Boa Vista, Roraima, a sessão da Câmara, mostrada na imagem acima, tem os vereadores mais caros do Brasil. Ela durou 20 minutos. As sessões acontecem duas vezes por semana. São 21 vereadores. Cada um deles pode custar ao contribuinte mais de R$ 85 mil por mês.

Nosso salário como vereador está defasado”, diz o presidente da Câmara de Boa Vista, Edilberto Veras (PP).

O salário é de R$ 12 mil, mas quem participa de comissões especiais ganha um extra de R$ 9 mil. A verba de gabinete, para pagar assessores escolhidos pelo vereador, é de R$ 30 mil. E ainda tem a verba indenizatória, de R$ 35 mil para cada vereador.

Fantástico: O senhor acha razoável esse custo?
Edilberto Veras: Olha, são questões. Isso é o Brasil.

O problema são os R$ 35 mil de verba indenizatória. Com esse dinheiro os vereadores alugam carros, compram combustível, contratam serviços, mas na hora de comprovar as despesas, a bagunça é total.

No item aluguel de carros, por exemplo, vereadores apresentavam notas fiscais de uma loja que vende ração.

Alugar carro? Aqui não é venda de ração, de coisa?”, questiona um morador.

Gente que nunca teve carro aparece na prestação de contas de alguns vereadores.

(O globo)


Chamado de ladrão por Carlos Lupi, PT silencia

O que os políticos dizem espontaneamente em público nunca é tão importante quanto o que você ouve sem querer atrás da porta. Repare no que acaba de acontecer com o presidente do PDT, Carlos Lupi. Discursando para filiados do partido, em São Paulo, Lupi golpeou o petismo e os governos Lula e Dilma Rousseff abaixo da linha da cintura. Foi escutado pela repórter Isadora Peron, que obteve uma gravação do discurso.

Lupi disse coisas assim: “O PT exauriu-se, esgotou-se. Olha o caso da Petrobras. A gente não acha que o PT inventou a corrupção, mas roubaram demais. Exageraram. O projeto deles virou projeto de poder pelo poder.”


Quanto à corrupção, Lupi conheceu-a por dentro. Ex-ministro de Lula e Dilma, foi varrido da pasta do Trabalho pela presidente sob variadas acusações de desvios. Portanto, é melhor não discutir com um perito no assunto.

A notícia sobre as manifestações de Lupi veio à luz na noite de sábado.

 Algumas pessoas aguardaram pela reação indignada do PT. E nada. Imaginou-se que Lula e Dilma reagiriam. Nem que fosse com uma cara de nojo. E nada. Noutros tempos, costumava-se perguntar: onde essa gente pretende chegar? Hoje, convém indagar: onde irão detê-los?

sexta-feira, abril 24, 2015

ZICO JOGARÁ EM SOBRAL


 A cidade de Sobral já vive a expectativa de ver ali Zico e companhia. Será a exibição de uma seleção master, envolvendo ex-ídolos do Flamengo como Adílio, Rondinelli, Cláudio Adão, Athirson e Ronaldo Angelim. E, claro, o maior de todos os ídolos flamenguistas: Zico. A promoção deverá lotar o Junco. A data ainda não foi anunciada oficialmente.

Fonte: Coluna do Tom Barros no DN


QUEM SÃO OS DEPUTADOS CEARENSES QUE QUEREM INSTALAÇÃO DA CPI DO BNDES


 Na última semana foi protocolado na Câmara dos Deputados o pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades envolvendo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ocorridas entre os anos de 2003 e 2015.

No documento entregue constam assinaturas de 198 parlamentares de 25 partidos, exceto PT e PC do B. No Ceará, a criação da CPI do BNDES contou com o apoio de apenas oito deputados da bancada – Adail Carneiro (PHS), Aníbal Gomes (PMDB), Cabo Sabino (PR), Danilo Forte (PMDB), Genecias Noronha (SD), Moroni Torgan (DEM), Moses Rodrigues (PPS) e Vitor Valim (PMDB).

A CPI do BNDES deverá investigar empréstimos concedidos a nove empreiteiras, além de empresas de fachada, investigadas pela Operação Lava Jato; empréstimos concedidos a países como Angola e Cuba; e empréstimos concedidos em condições duvidosas que beneficiaram empresas do Grupo do empresário Eike Batista e do setor frigorífico.

Bando ataca duas agências bancárias em Quiterianópolis.


 Por volta das 02:00hs da manhã desta sexta-feira, (24), uma quadrilha tentou explodir os caixas eletrônicos dos bancos, Brasil e Bradesco que ficam situadas na avenida Laurindo Gomes, em Quiterianópolis. De acordo com as primeiras informações, o bando teria se dividido, ficando parte nos caixas, enquanto outros em frente ao destacamento policial. Embora utilizando materiais explosivos e alavancas, não foi possível destruir os dois caixas. Vários disparos foram efetuados, inclusive contra a viatura da policia militar.

Segundo informações, um veiculo S10 de cor branca era utilizado pelo bando e que teria ficado estacionado próximo as duas agencias e que após a tentativa teriam deixado a cidade rumo a Ce-187.

quinta-feira, abril 23, 2015

Renan desafia Cunha e irá brecar terceirização

 Apesar da Câmara ter concluído nessa quarta-feira 22 a votação da Lei da Terceirização, no que depender do Senado, a medida não entrará em vigor nem tão cedo e nem da forma "ampla, geral e irrestrita", como defende o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); é o que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), tem reforçado a interlocutores; uma estratégia para "desacelerar" a tramitação do projeto é fazer com que ele passe por várias comissões permanentes, além de realizar sessões e audiências públicas nas comissões e no plenário; Renan garante que irá segurar a votação da proposta pela Casa ao menos durante a sua gestão, que se encerra em janeiro de 2017; líderes das duas maiores bancadas do Senado, Eunício Oliveira (PMDB) e Humberto Costa (PT), reforçaram nesta quinta-feira 23 que do jeito que Cunha quer, a terceirização não passa.

(Via 247)

Dilma sanciona orçamento de 2015 com aumento do fundo partidário de R$ 580 milhões


 Foi publicada nesta quarta-feira (22), a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015 (Lei 13.115/05), sancionada pela presidente Dilma Rousseff na segunda-feira (20), último dia do prazo constitucional.
A presidente manteve a triplicação do valor destinado ao Fundo Partidário, conforme alteração aprovada pelo Congresso em março. O fundo passou de R$ 289,6 milhões (dotação inicial prevista no projeto) para R$ 867,6 milhões. Em 2014, por exemplo, o Fundo Partidário distribuiu R$ 371,9 milhões (incluindo restos a pagar).


 A decisão foi tomada no momento em que o governo se esforça para conseguir R$ 60,6 bilhões, com o congelamento de despesas de custeio (R$ 22 bilhões anuais); mudanças nas regras do seguro-desemprego (R$ 18 bilhões); e a expectativa de crescimento da arrecadação com o aumento de tributos (R$ 20,6 bilhões) nas áreas de combustíveis, produtos importados, cosméticos e operações financeiras.
 
Para o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, a reação contrária ao aumento do fundo partidário sinaliza a posição da sociedade contra o financiamento público exclusivo de campanha. “A sociedade não quer o financiamento público e ela reage quando você coloca mais recursos públicos dentro dos partidos. A sociedade não quer isso”, disse.


Vetos

A presidente vetou dois pontos do texto. O primeiro foi a tabela com os coeficientes usados para calcular quanto cada estado terá de participação nos recursos para estimular as exportações (a chamada Lei Kandir). E o segundo é relativo à previsão de concurso para preencher 987 cargos e funções vagos no Banco Central (715) e na Receita Federal (272).

A tabela tinha sido acolhida pelo relator do Orçamento, senador Romero Jucá (PMDB-RR), a pedido do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), fórum que reúne secretários estaduais da Fazenda. Até o ano passado, os coeficientes vinham na medida provisória que o Executivo edita anualmente para liberar os recursos da Lei Kandir. A LOA 2015 destinou R$ 3,9 bilhões para a Lei Kandir.

De acordo com a mensagem de veto, a tabela foi vetada porque é “matéria estranha à Lei Orçamentária”. O documento afirma que cabe ao Governo Federal decidir sobre os repasses da Lei Kandir a partir da análise do equilíbrio fiscal das contas públicas.

Sobre os cargos, com impacto orçamentário previsto de R$ 151,3 milhões em 2015, o Executivo argumentou que a medida fere a prerrogativa do Executivo de definir sobre a realização de concursos públicos. “O veto não impede que sejam providos cargos da Receita Federal do Brasil e do Banco Central do Brasil”, afirmou o texto.

Pela Constituição, o Orçamento deveria ter ido para a sanção no fim do ano legislativo, ou seja, em 22 de dezembro de 2014. No entanto, o texto só foi aprovado pelo Congresso em 17 de março.

(Agencia Câmara Federal)


CÂMARA APROVA PROJETO QUE PERMITE TERCEIRIZAÇÃO DA ATIVIDADE-FIM


 A Câmara dos Deputados concluiu ontem (22) a votação do projeto de lei da terceirização (PL 4330/04). Foi aprovada em Plenário uma emenda que permite a terceirização das atividades-fim das empresas do setor privado e que alterou diversos pontos do texto-base da proposta. O texto seguirá para o Senado.

A emenda, de autoria do PMDB e do Solidariedade, foi aprovada por 230 votos a 203. O texto não usa os termos atividade-fim ou atividade-meio, mas permite a terceirização de qualquer setor de uma empresa.

Assinada pelo relator do projeto, deputado Arthur Oliveira Maia (SD-BA), e pelo líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ), a emenda também ampliou os tipos de empresas que podem atuar como terceirizadas, abrindo a oferta às associações, às fundações e às empresas individuais (de uma pessoa só). O produtor rural pessoa física e o profissional liberal poderão figurar como contratante.

Outra mudança em relação ao texto-base é a diminuição, de 24 para 12 meses, do período de quarentena que ex-empregados da contratante têm de cumprir para poder firmar contrato com ela se forem donos ou sócios de empresa de terceirização. Os aposentados não precisarão cumprir prazo. A quarentena procura evitar a contratação de ex-empregados por meio de empresas individuais.

Já a subcontratação por parte da contratada (“quarteirização”) somente poderá ocorrer quando se tratar de serviços técnicos especializados.


Votos à favor da terceirização

Aníbal Gomes - PMDB
Antonio Balhmann - PROS
Arnon Bezerra - PTB
Danilo Forte - PMDB
Genecias Noronha - SD
Gorete Pereira - PR

Votos contrários

Adail Carneiro - PHS
André Figueiredo - PDT
Cabo Sabino - PR
Domingos Neto - PROS
José Airton Cirilo - PT 
José Guimarães - PT      
Leônidas Cristino - PROS  
Luizianne Lins - PT    
Moroni Torgan - DEM  
Moses Rodrigues -  PPS  
Raimundo Gomes de Matos -  PSDB


Abstenção:

Ronaldo Martins     PRB     


Mais de um bilhão de jovens podem sofrer danos auditivos por ouvirem música alta


 Mais de um bilhão de jovens se arriscam a sofrer danos auditivos porque ouvem música muito alta, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS). A principal causa seria a potência sonora dos dispositivos de áudio com fones de ouvido e dos alto-falantes em shows e casas noturnas.


Segundo dados recolhidos pela OMS, quase 50% dos 2,5 bilhões de jovens entre 12 e 35 anos de países com renda média ou alta ouvem música em smartphones e outros eletrônicos em níveis danosos à audição. Além disso, 40% dessa mesma faixa etária estão expostos a barulhos excessivos em discotecas, bares e eventos esportivos por tempo prolongado.

O estudo mostra que os grandes eventos como shows de música e partidas de futebol podem transmitir níveis sonoros que chegam a 100 decibéis. De acordo com a OMS, uma pessoa não deveria se expor a um som como esse por mais de 25 minutos por dia. Quanto aos fones de ouvido, a recomendação da organização é que se ouça música a um volume máximo de 60% da capacidade.

A OMS recomenda algumas medidas preventivas. Jovens e adultos devem reduzir o volume de seus dispositivos de áudio e telefones, evitar utilizá-los mais de uma hora por dia, usar tampões nos ouvidos nos locais muito barulhentos e fazer intervalos entre as sessões de alta exposição a volumes alto. O órgão também recomenda que os governos imponham rígidas medidas normativas sobre o som nos lugares públicos, e pede que os donos de boates e bares baixem o volume da música.

Hoje cerca de 360 milhões de pessoas sofrem algum tipo de dano auditivo pelo mundo. Isso ocorre devido a fatores como doenças infecciosas, genéticas, complicações durante o parto, uso de certos medicamentos, ruídos ou envelhecimento.

Fonte: (Agence France-press.) Com formatação de texto, Luís Augusto

No Ceará, cerca de 30 mil famílias tiveram o bolsa família cancelado, em abril



O ciclo de revisão cadastral 2014 do Bolsa Família mostrou que as pessoas de baixa renda continuam melhorando de vida no país. Das 103,2 mil famílias cearenses beneficiárias que deviam participar do processo de atualização de dados do Cadastro Único no estado, 34,1 mil informaram um aumento de renda. Em todo o país, 436,2 mil famílias tiveram a mesma situação registrada.

Deste total no Ceará, 18,8 mil famílias superaram o valor mensal de R$ 154 por pessoa, que dá direito ao Bolsa Família. Isto significa que elas saíram da pobreza e, por isso, não receberão mais o benefício, de R$ 170 em média. As demais 15,3 mil declararam ganhos acima da faixa da extrema pobreza, caracterizada por renda mensal de até R$ 77 por pessoa da família. Nesse caso, começarão a receber um valor me nor do Bolsa Família.

A revisão cadastral de 2014 teve a maior participação histórica entre os beneficiários. Cerca de 92 mil famílias – 89,2% do total que precisava atualizar seus dados – compareceram nos Centros de Referência da Assistência Social e nos postos de atendimento do Bolsa Família nas cidades cearenses, durante o ano de 2014 até o dia 20 de março último.

As 11,2 mil famílias que não fizeram a atualização terão o benefício cancelado já a partir deste mês. Muitas não atualizam as informações no Cadastro Único porque também melhoraram de vida e não precisam mais do Bolsa Família. No entanto, caso voltem a precisar do complemento de renda e estejam enquadradas nos limites de renda do programa, elas têm 180 dias a partir da data do cancelamento para pedir a reversão às prefeituras.

A revisão cadastral é um processo obrigatório e de rotina, realizado todos os anos e voltado para os beneficiários que não atualizam os dados no Cadastro Único há mais de dois anos, o que garante que o benefício seja pago para quem realmente precisa. As famílias são convocadas por meio do recibo de saque do benefício do Bolsa Família.

Petrobras perde R$ 6,2 bi com corrupção e prejuízo soma R$ 21,6 bi em 2014


 A diretoria da Petrobras informou, há pouco, que a empresa teve prejuízo de R$ 6,2 bilhões com os desvios de recursos investigados pela Operação Lava Jato. O resultado líquido de 2014 ficou negativo em R$ 21,6 bilhões.

Ao apresentar o balanço auditado do ano passado, que já foi entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o gerente executivo de Desempenho Empresarial, Mario Jorge da Silva, disse que os ajustes de ativos foram de R$ 50,8 bilhões, somando os R$ 6,2 bilhões referentes a gastos adicionais capitalizados indevidamente e R$ 44,6 bilhões do provisionamento decorrente da desvalorização de ativos, o chamado Impairment.
Leia também:

Depósitos em conta de mulher de Vaccari podem ter como origem sua irmã Marice

Usando metodologia baseada no conteúdo da investigações do Ministério Público Federal, os valores referentes à Lava Jato referem-se a 3% do valor de contratos com 27 empresas membros do cartel entre 2004 e 2012.

Entre as diretorias, a de Abastecimento foi responsável pelo desvio de R$ 3,4 bilhões, a de Exploração e Produção, por R$ 2 bilhões, e a de Gás e Energia, por R$ 0,7 bilhão.

Fonte: Estadão

quarta-feira, abril 22, 2015

JB: aumento do fundo partidário é 'escárnio'


 247 - O ex-presidente do STF Joaquim Barbosa voltou a usar o Twitter para comentar o cenário político. Ele classificou o aumento do fundo partidário como “escárnio”; e questionou: “Para que doações de empresas privadas?”.

Na versão original do projeto orçamentário, o valor era de R$ 289,5 milhões e foi triplicada pelo relator da proposta, o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

R$ 900 milhões para partidos políticos: procure saber em detalhes como essa montanha de dinheiro é gerida pelos caciques partidários”, completou Barbosa.

A decisão da presidente Dilma Rousseff de manter o aumento levou em consideração os reflexos da Operação Lava Jato. Empreiteiras já informaram a dirigentes partidários que não devem doar recursos na eleição municipal do próximo ano.

Lei seca: 15 mil pessoas perdem o direito de dirigir no CE


 A Lei Seca é clara: dirigir alcoolizado é crime no Brasil, e a punição para o infrator é, além da multa de R$ 1,9 mil, a perda do direito de dirigir por um ano. No Ceará, 38 mil motoristas, entre 2011 até março deste ano, foram flagrados pela fiscalização de trânsito conduzindo seus veículos alcoolizados. Do total, 15 mil tiveram os processos encerrados e são obrigados a entregar as habilitações ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

De acordo com a assessoria do órgão, todos eles já receberam documento oficial informando o resultado e solicitando a entrega do documento. O processo criminal acontece quando o resultado do teste do bafômetro do motorista for igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar. Esse índice é equivalente a menos de um copo de cerveja. A partir daí, o infrator irá responder a dois processos administrativos: para pagar a multa e ter a CNH suspensa durante 12 meses, tempo em que ficará proibido de dirigir qualquer veículo.

O órgão é a primeira instância, mas o motorista ainda pode recorrer à Junta de Recurso Administrativo de Infração (Jari) e por último ao Conselho Estadual de Trânsito (Cetran).

Os processos administrativos: da penalidade da multa (no valor de R$ 1.915,33) e da suspensão do direito de dirigir demoram para ser concluídos.

Fonte: DN

SENADO ANALISA VOTO DISTRITAL PARA VEREADOR


 No Ceará, apenas Caucaia e Fortaleza passaria a eleger seus representantes com a nova regra.

Pode ser votado, nesta quarta-feira (22), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal, projeto segundo o qual vereadores de municípios com mais de 200 mil eleitores devem ser escolhidos por voto distrital. O autor da matéria é o senador José Serra (PSDB).

Ceará

No Ceará, apenas Caucaia e Fortaleza passaria a eleger seus representantes com a nova regra. Por ter segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TER/CE), 205.493 e 1.666.986 eleitores, respectivamente, Fortaleza seria dividida em 43 distritos de votação.

Regras

Segundo a proposta, os municípios que se enquadrarem na regra seriam divididos em distritos, em número igual ao de vagas na Câmara Municipal. Cada distrito elegeria um vereador por maioria simples (50% dos votos mais um). Assim, o candidato mais votado seria eleito.

Propaganda

Na semana passada, o relator da proposta, senador Eunício Oliveira (PMDB), leu seu voto favorável ao projeto, com uma emenda para excluir dispositivo que previa a extinção da propaganda eleitoral dos candidatos a vereador.

A favor

O vereador Benigno Júnior (PSC) é favorável ao projeto, argumentando que o voto distrital pode acalentar os problemas do atual sistema representativo. Benigno entende que o vereador pode se dedicar a questões mais amplas, mesmo sendo eleito e representando um distrito específico, além de criar um vínculo maior com seu reduto político. “Diante do cenário atual, de excesso de partidos, sou a favor, porque nesse caso quem vota é o eleitor. É mais democrático”, disse.

Joaquim Rocha (PV) afirmou que sua posição é favorável, mas, segundo ele, não acredita que a proposta satisfaça o anseio popular. “Para mim, seria bom. Moro numa região onde já atuo. A mudança possibilitaria um maior controle, pelos eleitores, da atuação dos parlamentares de seu referido reduto, elevando, assim, a participação da cidadania no processo político”, salientou.

Representatividade

Adail Júnior (Pros) também defende o modelo distrital. Segundo disse o parlamentar, tem orgulho de ser reconhecido como vereador do Antônio Bezerra, seu reduto político. “Defendo o voto distrital. Todo eleitor se sentirá representado. Além do menor custo nas campanhas, a população se sentirá mais representado. A população terá como cobrar as propostas apresentadas. O povo tem de escolher diretamente o seu candidato”, salientou.

Por essa razão, Adail considera a mudança uma experiência que poderia amparar outras mudanças numa reforma política mais ampla. Com a divisão em distritos, a campanha seria concentrada, com a redução dos custos a um terço dos atuais, ainda de acordo com cálculos do parlamentar.

Retrocesso

Na avaliação de Acrísio Sena (PT) a aprovação do sistema distrital seria um “retrocesso”. O parlamentar é contra o chamado voto distrital porque esse modelo, segundo ele, dificultaria a representação de minorias. “Numa Democracia ainda jovem, como a brasileira, é fundamental a participação de todos”, disse, acrescentando que a mudança acaba favorecendo o debate local em detrimento do coletivo. Além disso, entende que reforça as distorções do sistema.

FONTE: POLITICACOMK

terça-feira, abril 21, 2015

Saiba quanto gastam deputados do Ceará


 Aluguéis de aeronaves, carros de luxo e despesas com combustível e assessorias terceirizadas estão no topo da lista de gastos dos deputados federais do Ceará. Juntos, eles utilizaram R$ 821.549,91 da cota parlamentar em fevereiro e março deste ano - média de R$ 13.924 ao dia.

Por lei, cada deputado do Ceará pode destinar até R$ 42.079,91/mês a alimentação, passagens e hospedagens fora de Brasília. A verba também prevê despesas com telefonia, escritório, correspondência, divulgação de atividades e deslocamento. A cota é uma ajuda de custo ao exercício parlamentar.

Nos dois primeiros meses de mandato, seis deputados despenderam mais de R$ 60 mil cada, totalizando R$ 386.670, valor correspondente a 47% dos gastos do período.

(com informações d’O Povo)

DILMA APROVA AUMENTO DA VERBA PARA PARTIDOS


 Proposta do Congresso triplica fundo partidário, elevado para R$ 868 mi


A presidente Dilma Rousseff sancionou o Orçamento Geral da União de 2015 sem vetar a proposta que triplicou os recursos destinados ao fundo partidário, uma das principais fontes de receita dos partidos políticos, hoje com dificuldades de financiamento por causa da Operação Lava Jato.

Em seu projeto original, o governo destinava R$ 289,5 milhões para o fundo, mas o valor foi elevado para R$ 867,5 milhões pelo relator do Orçamento no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O fundo partidário é um montante de dinheiro público distribuído para a manutenção das legendas. Cada sigla define como utilizará a verba. Muitas aplicam em campanhas eleitorais, somado a doações privadas.

Em um momento de ajuste fiscal para reequilibrar as contas públicas, o caminho natural seria o veto da proposta de aumento do fundo.

Mas a recomendação que mais pesou foi a política: manter o novo valor para não desagradar a base aliada da presidente no Congresso.  

(Da Folha de S.Paulo)

PREFEITURA COMPRA ESCOVA DENTAL DE R$ 1.99 POR CERCA DE R$ 100


O agora ex-prefeito da cidade, Evandro Bertino, é acusado de desviar cerca de R$ 10 milhões em licitações fraudulentas feitas na Secretaria de Saúde do município de Mangaratiba

A Prefeitura de Mangaratiba, no Rio de Janeiro, já conhecida pelos casos de esquemas de corrupção com material escolar e em coleta de lixo, também fraudou licitações na área da Saúde. A auditoria foi realizada pela Secretaria Estadual de Saúde, que detectou um superfaturamento de até 9.000% nos contratos da área.

Uma escova de dente, por exemplo, que valia cerca de R$ 1,99, foi comprada pela quantia de R$ 101,70. O valor é 5.010% mais caro e pelo menos 50 mil medicamentos também apresentaram sobrevalorização, em alguns casos de até 1.000%, segundo os valores estipulados pelo Ministério da Saúde (MS).

O levantamento do Conselho Municipal de Saúde expôs as iregularidades e foi responsável por motivar a investigação da Secretaria de Saúde. As denúncias já foram enviadas aos ministérios públicos estadual e federal. O agora ex-prefeito Evandro Bertino, excluído do PSDB, foi preso na sexta-feira (17) junto com mais dois secretários de governo, acusado de participação em licitações fraudulentas.

Diário do nordeste

SUSPEITA DE FRAUDE NO VALOR DE R$ 64 MILHÕES LEVA TCM A CANCELAR LICITAÇÕES DE PREFEITURAS


O Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM) divulgou relatório de atividades referente a 2014 e um dos destaques é a atuação do órgão na fiscalização de obras e prestação de serviços.

O acompanhamento de 420 licitações, em 95 municípios, envolvendo recursos da ordem de R$ 290 milhões, resultou no cancelamento de R$ 64 milhões, por apresentarem indícios de irregularidades. Isso corresponde a 22% dos processos promovidos no ano passado.

O documento será enviado para a Assembleia Legislativa do Estado. Mais de sete mil processos foram julgados no período. O TCM não divulgou detalhes de licitações canceladas ou revistas, por apresentarem indícios de irregularidades, uma vez que o processo decorre de análise, apresentação de defesa por parte da Prefeitura ou do Legislativo Municipal. Também não indicou em que setor houve mais identificação de problemas (obras ou serviços).

O relatório explicita todas as realizações desenvolvidas ao longo exercício, indicando o cumprimento dos pontos determinados pelo planejamento estratégico, com ênfase em itens ligados à modernização e que impactam nos serviços prestados pelo TCM às prefeituras, câmaras e sociedade. Além disso, são contempladas ações referentes à orientação que tem sido levada a todo o Estado.

Suspeito de participar de chacina em Sobral foge da delegacia três dias após ser preso


 Entre os 13 presos que fugiram da Delegacia de Capturas(Decap), na madrugada desta segunda-feira, 20, em Fortaleza, estava José Cleiton Rodrigues Pereira, 30, o Keké, suspeito de participar do assassinato de seis pessoas em Sobral na semana passada. Ele, que foi preso na madrugada da última sexta, responde na Justiça por crime de assalto e havia saído da cadeia há 15 dias

Os detentos serraram as grades da unidade, localizada na rua Conselheiro Tristão, e escaparam após escalarem o telhado, conforme informações do Comando de Policiamento da Capital (CPC). De acordo com a Polícia Civil, apenas um preso foi recapturado até as 19 horas de hoje, sem repassar a identificação do detento. 

A fuga aconteceu por volta de 2 horas da manhã e apenas um guarda estava no local durante a ação. Depois de perceber a fuga, o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), oGrupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e o Comando Tático Motorizado (Cotam) foram acionados para as buscas. Essa foi a segunda fuga registrada na Decap este ano. Em fevereiro, 15 presos fugiram.

 (O Povo)

Homens invadem banco no Eusébio e levam cerca de R$ 70 mil


 Dois homens armados invadiram a agência bancária do Bradesco, localizada no Centro de Eusébio, e levaram cerca de R$ 70 mil dos caixas eletrônicos. A ação ocorreu por volta das 15h30min desta segunda-feira, 30.

Além do dinheiro, a dupla levou armas dos vigilantes do local e, em seguida, fugiu em uma motocicleta modelo Bros de cores preta e branca. De acordo com Ana Lúcia, titular da Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME), os suspeitos estavam armados de pistola e revólver.

Segundo a Polícia, a agência bancária não possuía porta ou qualquer sistema de segurança que dificultasse a entrada de criminosos. 

Redação O POVO Online

segunda-feira, abril 20, 2015

OPINIÃO


 Carlos Chagas
Ninguém sobrevive da enganação

Uma das maiores distorções  dos  tempos modernos refere-se à comunicação social. Quando um governo vai mal,  por conta de suas próprias limitações, defeitos e incompetência, a primeira desculpa que se ouve  é  de que  perdeu a batalha da comunicação, como se informações e campanhas publicitárias  tivessem o dom de varinhas de condão. Se não há o que informar ou promover, mas, ao contrário, se os malfeitos dão a tônica, de que maneira aceitar o canhestro raciocínio?

Vivemos um desses períodos, onde os donos do  poder sustentam ser a imprensa a responsável por seus fracassos. É claro que a mídia erra, comete equívocos e até desatinos. Mesmo assim, torna-se incapaz de alterar a natureza das coisas. Além de existir a lei,  para os abusos  praticados. Basta ler a  Constituição, em variados artigos. Ela garante a liberdade e coíbe os abusos.

Em preparação ao seu novo Congresso Nacional, o PT dá sinais de que investirá outra vez contra os meios de comunicação,   culpando-os pela péssima imagem do partido e do governo. Por isso estão reavivando a proposta da regulamentação da mídia. Prometem não se imiscuir no conteúdo das  notícias e não explicam direito o que pretendem.  Mas só pode ser a imposição de suas versões e a limitação do direito de  cada jornal, revista, rádio ou televisão divulgarem o que imaginam ser da preferência de leitores, ouvintes e telespectadores. Porque um princípio maior rege a atividade dos meios de comunicação:  cair  no gosto da sociedade. Caso contrário, não faturam  e vão à falência. Se transformados em boletins dos detentores do poder, não despertarão a curiosidade do público.  Há perigo nessa concepção própria do  sistema capitalista, capaz de estimular a manipulação dos temas a ser apresentados, mas ainda é o  menos pior, porque a contrapartida seria a imposição de material rejeitado pela maioria. Nem se fala da censura, que vivemos de quando em quando,  o mais  deslavado mal capaz de ser praticado contra a mídia e  contra  a sociedade.

Dificilmente o Legislativo  aprovará a tal regulamentação sustentada pelo PT, que outra  vez  voa  sobre nós como um urubu em busca de carniça. Estivesse o partido cumprindo suas promessas, mudando e aprimorando o regime e as instituições e jamais os companheiros cogitariam da aplicação dessa lei celerada que apresentam como pretexto para a incompetência de seu governo. Vale aquela máxima de Lincoln, de que  é possível enganar a todos por pouco  tempo, ou a poucos por todo o tempo, mas jamais a todos por todo o tempo. Nem para a imprensa, nem para o poder público, será possível sobreviver da enganação. 

Destaque

De acordo com Data folha Nordeste é o obstáculo para a vitória de Bolsonaro no 1º turno

 Sem o Nordeste, Bolsonaro teria cerca de 34% das intenções de voto pelo Datafolha É a fidelidade a Lula (via Haddad) e a opção por Ciro...