terça-feira, março 10, 2015

Camilo diz que pode ir à Justiça contra petrobras



Alvo de ações judiciais de investidores insatisfeitos nos Estados Unidos, a Petrobras também poderá ser acionada na Justiça brasileira pelo Estado do Ceará. Em entrevista, o governador cearense, Camilo Santana, prometeu cobrar da petroleira na Justiça os prejuízos que o Estado teve com a refinaria Premium II, caso a estatal não reverta a decisão de encerrar os investimentos do empreendimento ou o governo estadual não encontre uma alternativa para viabilizar o projeto.

"Primeiro queremos que seja revista essa posição, (...) mas, caso a Petrobras não reveja e a gente não consiga encontrar alternativas, claro que vamos judicializar o processo. Vamos cobrar todo centavo de prejuízo que o Estado do Ceará teve", declarou. Santana destacou que as perdas ainda não foram calculadas.

Números preliminares apontam que, somente com obras de infraestrutura, o governo do Ceará teria investido pelo menos R$ 657 milhões entre 2009 e 2014 para a instalação da refinaria, prevista para ser construída dentro da área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Nenhum comentário: