quarta-feira, março 11, 2015

Aumenta pressão sobre Dilma para demissão de Aloysio Mercadante, podendo também sobrar para Cid Gomes


A cotação do ministro chefe da Casa Civil, Aloysio Mercadante, não para de cair. O petista é apontado como o grande responsável pelos erros do Planalto. E a insatisfação cresce não só no PMDB, mas dentro do próprio PT.

O estopim para toda essa situação teria sido a confiança de que derrotaria o principal aliado do governo na eleição para a Presidência da Câmara. O embate semeou a desconfiança que explodiu com a lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que envolve os presidentes do Senado, Renan Calheiros e da Câmara, Eduardo Cunha.

Nesta terça-feira (11) a presidente Dilma Rousseff se reuniu mais uma vez com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Durante a conversa, Dilma foi aconselhada a mudar a Casa Civil e reorganizar o Palácio.

Entre as mudanças estaria o comando do Ministério da Integração, que hoje está com a legenda que teve o maior número de parlamentares na lista de Janot, o PP. Os erros do ministro da Educação, Cid Gomes, também entraram na lista de sugestões recebidas para a reforma.

*Com Ilimar Franco (O Globo).

Nenhum comentário: