segunda-feira, fevereiro 16, 2015

SENADOR JOSÉ SERRA PROPÕE MODELO DE VOTO DISTRITAL



Os eleitores brasileiros escolhem os deputados federais, estaduais e vereadores pelo sistema proporcional de votos. Assim é possível, por exemplo, que um eleitor da cidade do Rio de Janeiro opte por um candidato a deputado estadual ou federal que mora em Angra dos Reis. Para vereador, um eleitor com residência na Tijuca pode escolher um candidato que tenha como base eleitoral o Leblon. Um projeto apresentado pelo senador José Serra (PSDB-SP) muda essa regra para eleições de vereadores dos municípios com mais de 200 mil eleitores.

De acordo com a proposta, nessas cidades os vereadores serão escolhidos pelo voto distrital, como é mais conhecido o sistema majoritário uninominal. Por esse método, o município é dividido em vários distritos e cada um deles elege um vereador por maioria simples (50% dos votos mais um). Assim, o candidato mais votado é eleito. O senador José Serra acredita que o voto distrital traria um avanço imenso para o país. “Até para diminuir os gastos de campanha. As grandes fortunas que custam as campanhas se devem a duas questões: o horário gratuito, caríssimo, e o sistema eleitoral atual, que encarece tudo”, argumenta Serra.

O senador José Serra estima que a adoção do voto distrital nos grandes municípios pode reduzir em mais de R$ 5 bilhões os custos das campanhas nas eleições de 2016. O projeto prevê que o número de distritos será equivalente ao total de vagas.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Destaque

Procap apresenta denúncia contra prefeito e secretários do município de Poranga

 O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), ofereceu de...