sexta-feira, janeiro 02, 2015

Posse de Dilma - PRESIDENTE DEFENDE A PETROBRAS E PRIORIZARÁ EDUCAÇÃO



A presidenta Dilma Rousseff anunciou o novo lema do governo – Brasil : pátria educador e defendeu a Petrobras, afirmando que lutará contra os “predadores internos e inimigos externos”. Disse, ainda, que vai permitir que a empresa seja alvo de cerco especulatório dos que estão insatisfeitos com a política de partilha dos recursos do Pre-sal.

Dilma afirmou que o novo lema do seu governo  sinaliza o setor para o qual devem convergir os esforços de todas as suas áreas. “Estamos dizendo que a educação será a prioridade das prioridades, mas também que devemos buscar em todas as ações do governo um sentido formador, uma prática cidadã”, explicou, ao acrescentar que só a educação liberta um povo e abre portas para o futuro.

Dilma defendeu um ensino de qualidade em todos os níveis de formação e para todos os segmentos da sociedade. A presidenta destacou que a expectativa é que, ao longo deste novo mandato, o setor comece a receber volumes mais expressivos de recursos oriundos dos royalties do petróleo e da exploração da camada pré-sal.

Ela disse que vai democratizar o poder, lutando pela reforma política e buscando opiniões do povo. A presidenta disse que democratizar o poder também significa combater a corrupção. Dilma propôs um pacto nacional contra a corrupção. Segundo ela, seu governo foi o que mais apoiou o combate aos malfeitos, criando leis mais severas e garantindo autonomia à Polícia Federal. Dilma disse que submeterá um pacote de medidas anticorrupção ao Congresso Nacional.

Ela citou cinco medidas para esse pacto: transformar em crime e punir com rigor os agentes públicos que enriquecem sem justificativa ou não demonstrem a origem dos seus ganhos; modificar a legislação eleitoral para transformar em crime a prática de caixa 2; criar uma nova espécie de ação judicial que permita o confisco dos bens adquiridos de forma ilícita ou sem comprovação; alterar a legislação para agilizar o julgamento de processos envolvendo o desvio de recursos públicos; e criar uma nova estrutura, a partir de negociação com o Poder Judiciário que dê maior agilidade e eficiência às investigações e processos movidos contra aqueles que têm foro privilegiado.

Ela destacou a implantação do PAC 3 e o segundo Programa de Investimento em Logística. “Assim, a partir de 2015 iniciaremos a implantação de uma nova carteira de investimento em logística, energia, infraestrutura social e urbana, combinando investimento público e, sobretudo, parcerias privadas”.

Anunciou promoção da universalização do acesso a um serviço de internet em banda larga barato, rápido e seguro; a  ampliação de investimentos no Nordeste, visando reduzir as desequilíbrios regionais. Quanto ao Bolsa Família deu ênfase a formação profissional dos beneficiários adultos e à educação das crianças e dos jovens. Citou ainda o fortalecimento do Mais Médico e a implantação do projeto Mais Especialidades.

Na área de segurança anunciou que enviará ao Congresso um projeto mudando a legislação para que todos os entes da federação sejam responsáveis pela segurança pública. Destacou a criação de centros de Comando e Controle e o reforço das ações nas fronteiras para o combate ao tráfico de drogas e de armas com o Programa Estratégico de Fronteiras.

Fonte: CearaAgora.com

Nenhum comentário: