quarta-feira, janeiro 21, 2015

População reage contra tributos sobre a gasolina



Sentimentos de perplexidade, de indignação e de expectativa nortearam as opiniões de consumidores, internautas, de empresários e consultores do setor de combustíveis cearenses, diante do anúncio, pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levi, de um novo pacote de tributos, na última segunda-feira, que irão atingir, em cheio, o bolso do consumidor e refrear, ainda mais, a economia brasileira.

De uma "tacada só", Levi aumentou de 1,5% para 3%, o IOF sobre operações de crédito para pessoa física; equalizou o IPI de cosméticos e taxou em R$ 0,22, por litro, a gasolina, e em R$ 0,15, o óleo diesel, já partir de 1º de fevereiro próximo, por consequência da elevação do Pis e da Cofins e retorno da Cide, sobre os combustíveis.

Nenhum comentário: