sexta-feira, dezembro 26, 2014

Funceme prevê chuvas abaixo da média até março


  A chuva faz parte do imaginário do povo nordestino, característica expressa em diversas manifestações, tanto artísticas quanto em tradições orais, que passam de pais para filhos, a exemplo da realização de previsões para saber como será a quadra chuvosa de cada ano.

Assim como a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) realiza estudos para identificar como será o comportamento da próxima quadra chuvosa, a última foi divulgada dia 18, apontando maior probabilidade de chuva abaixo da média nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2015, homens e mulheres anônimos do sertão fazem também as suas previsões.

O momento ainda é de incerteza quanto à projeção para o desempenho da quadra chuvosa do próximo ano, admitem os pesquisadores da Instituição. No entanto, os modelos pesquisados sinalizam para o percentual de 55% para chuvas abaixo da média; 30% na média; e 15% acima da média, respectivamente.

O estudo não corresponde ao desempenho da totalidade quadra chuvosa do Ceará, que ocorre entre os meses de fevereiro e maio de cada ano. A Funceme ressalva que a divulgação do prognóstico para 2015 só acontecerá na segunda quinzena de janeiro, adiantando que o acumulando de chuva do período poderá ficar abaixo dos 412 milímetros previstos.

O quadro atual de estiagem, caso continue em 2015, fechará o ciclo de cinco anos. Diante da gravidade da situação a Funceme passou a divulgar as previsões climáticas mensais.

O objetivo é orientar ações governamentais e informar a sociedade, de acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Funceme. Os dados projetam o total de chuva que poderá ocorrer no período de janeiro a março do próximo ano.

No entanto, destaca que a previsão não corresponde ainda ao prognóstico da estação chuvosa, justificando se tratar de período diferente.

As condições dos oceanos Pacífico e Atlântico foram determinantes para a conclusão da pesquisa, que mostra tendência desfavorável à chuva.

O Pacífico Equatorial permanece aquecido, indicando que o El Niño está em atuação. Enquanto no Atlântico Equatorial é observada a configuração de diferença de temperaturas, o que significa atuação mais regular da zona de convergência intertropical (Zcit).

Trata-se de sistema meteorológico que começa a atuar na segunda quinzena de fevereiro, considerado como um dos responsáveis pelo desempenho de chuva durante a quadra chuviosa no Ceará.

Via diário do nordeste

Nenhum comentário: