quinta-feira, fevereiro 28, 2013

Brasil: A dura realidade de quem leva uma vida de princípios


O filho termina o segundo grau e não tem vontade de fazer uma faculdade.

O pai, meio mão de ferro, dá um apertão:

- Ahh, não quer estudar? Vadio dentro de casa eu não mantenho, então vai trabalhar...
O velho, que tem muitos amigos, fala com um deles, que fala com outro até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega lá na época de muito tempo atrás:

- Rodriguez!!!! Meu velho amigo!!! Tu te lembra do meu filho? Pois é, terminou o segundo grau e anda meio à toa, não quer estudar. Será que tu não consegue nada pro rapaz não ficar em casa vagabundando?

Aos 3 dias, Rodriguez liga:
- Zé, já tenho. Assessor na Comissão de Saúde no Congresso, R$ 18.700,00 por mês, prá começar.

- Tu tá loco! O guri recém terminou o colégio, não vai querer estudar mais, consegue algo mais abaixo...

Dois dias depois:
- Zé, secretário de um deputado, salário modesto, R$ 10.800,00, tá bom assim?

- Nãooooo, Rodriguez, algo com um salário menor, eu quero que o guri tenha vontade de estudar depois... Consegue outra coisa.

- Zé, não sei se ele vai aceitar, mas tem um de assessor da câmara, que é só de R$.7.500,00...

- Não, não ainda é muito, aí que ele não estuda mais mesmo...

- Olha Zé, a única coisa que eu posso conseguir é um carguinho de ajudante de arquivo, alguma coisa de informática, mas aí o salário é uma merreca, R$ 4.800,00 por mês e nada mais...

- Rodriguez, isso não, por favor, alguma coisa de 600,00 a 1200 ,00 no máximo.

- Isso é impossível Zé!

- Mas, por quê?

- PORQUE com este salário aí, eu só tenho vaga para Professor ou Médico, e aí precisa de CURSO SUPERIOR, MESTRADO, DOUTORADO...

Aí fica muito difícil, tem que estudar pra passar no concurso...

Nenhum comentário:

Destaque

O fascismo da esquerda hipócrita

Com o título “O fascismo da esquerda hipócrita”, eis artigo de Catarina Rochamonte, doutora em Filosofia e professora da Uece. Ela bate...