quarta-feira, junho 20, 2012

TSE APROVA CRIAÇÃO DE 30º PARTIDO BRASILEIRO


A criação do Partido Ecológico Nacional (PEN) foi autorizada, na noite de ontem (19), pelo Tribunal Superior Eleitoral – TSE. De acordo com o site Folha.com, o partido não poderá participar do processo eleitoral deste ano.

Isso porque, segundo a legislação eleitoral, é necessário que sua criação seja aprovada um ano antes do pleito que deseja concorrer. O número da legenda será o 51.

O presidente da mais nova legenda do Brasil, Adilson Barroso, disse que o PEN terá várias frentes de defesa, “mas sempre com o foco na sustentabilidade”. Segundo Adilson, alianças com o governo ou oposição ainda serão definidas a partir das propostas apresentadas por cada lado.

"Foi uma luta de cinco anos [para a aprovação]. Fiquei muito feliz porque a decisão veio exatamente na semana em que se discute, mundialmente, a questão ambiental", afirmou, referindo-se à Rio+20.

Devem migrar para o PEN entre 10 e 15 deputados federais, alguns integrantes do recém-criado PSD, o que já garantiria uma liderança na Câmara e colocaria o partido entre os 12 maiores do país. "Seremos muito assediados, porque há um descontentamento muito grande de alguns deputados com seus partidos", afirmou o advogado da sigla, Paulo Fernando Melo. A ex-ministra Marina Silva, ex-PV, será convidada a integrar o partido. "Ela será convidada e, se aceitar, eu passarei a presidência do partido a ela, que se quiser pode se candidatar à Presidência da República pelo PEN", afirmou Barroso.

Nenhum comentário:

Destaque

André diz que PT foi “irresponsável e safado” ao afirmar que PDT pediu cargos para apoiar Haddad

 "O PDT não exigiu nem sequer a vaga de porteiro da garagem do Palácio do Planalto para declarar apoio crítico", disse o ped...